PDA

Ver Versão Completa : Política O feminismo “Kinder Ovo”



nigo
15/03/2013, 09:11
Quase todo mundo demonstrou espanto por conta do protesto (https://www.facebook.com/photo.php?fbid=416859948406991&set=a.346412782118375.80917.346411042118549&type=1&ref=nf) virtual de algumas feministas contra o chocolate Kinder Ovo. Motivo: uma distinção do que seriam brinquedos para “meninos” e “meninas”, com o requinte cruel de associar cada gênero a uma cor tradicional da opressão – meninos, “azul”; meninas, “rosa”.


http://www.implicante.org/wp-content/uploads/2013/03/ovo_pascoa_sexismo.jpg
Olhos destreinados podem não perceber logo de primeira, mas essa imagem possui mais motivos para revolta de certa militância que a luta pela igualdade de salários.


Mas ninguém deveria ficar espantado. Explico.

O feminismo consiste numa luta verdadeiramente honesta e necessária pela busca da igualdade de direitos independentemente de gênero – não que muitas feministas (mesmo sem filhos) reclamem da aposentadoria dez anos mais cedo ou da inexigibilidade de alistamento militar. Cada um com sua bandeira e vamoquevamo.

Ok, sigamos.

Sem dúvida alguma, há um quadro desfavorável que deve ser mudado. Mulheres ganhando menos e desempenhando as mesmas funções, por exemplo. Tal situação é grave e inaceitável. E o que fez o governo? Simplesmente RECUOU (http://economia.estadao.com.br/noticias/economia-brasil,governo-recua-da-ideia-de-sancao-de-projeto-que-iguala-salarios-de-homens-e-mulheres-,105434,0.htm) quanto à proposta de igualdade salarial entre homens e mulheres.

E tem mais. Marco Feliciano, merecidamente execrado por sua postura absurda, é tratado por alguns petistas como um inimigo (só agora, claro). Pois não é. Ele foi eleito com 200 mil votos EMALIANÇA (http://www.implicante.org/blog/marco-feliciano-o-escarnio-do-pastor-na-comissao-de-direitos-humanos/) COM DILMA ROUSSEFF, o slogan era “Tô na Bênção, Tô com Dilma”.

Sim, Marco Feliciano e PT estavam (e estão) juntos.

Mas alguém pode dizer que isso é resultado da necessidade de alianças para formar o grande projeto (risos) de um governo popular. Não, não é verdade. Prova disso é o que ocorreu na cidade de São Paulo.

Depois de concorrer com Marta Suplicy numa mesma chapa ao senado, o que apenas corrobora o novo perfil da petista (“é casado? tem filhos?) adotado desde 2008, Netinho de Paula foi eleito vereador pelo PC do B, também aliado ao PT. O prefeito que representa “novo” e o “amor” logo o nomeou SECRETÁRIO (http://noticias.terra.com.br/brasil/politica/eleicoes/haddad-anuncia-netinho-e-mais-seis-novos-secretarios-de-governo,af081cc32a55b310VgnCLD200000bbcceb0aRCRD.html). Haja amor!

Desse modo, sobram motivos honestos e fortes para protestos feministas, e as REALMENTE preocupadas com a causa fazem o que podem para denunciar isso. O problema, como sempre, são aquelas pessoas que alegam defender uma bandeira, mas estão ali apenas para benefício do partido.

Muitas alegadas feministas que pediram voto para Dilma e Haddad continuarão pedindo voto para o PT. Não importa quem esteja na aliança, no ministério, numa secretaria etc. O partido vem primeiro, depois a causa (seja qual for). E, como disse (http://www.implicante.org/blog/podemos-fazer-o-diabo-na-eleicao-diz-dilma/) Dilma com certa franqueza, em eleição se faz “o diabo”.

É só jogar essa “culpa” em cima do adversário da vez e defender novamente bandeiras “progressistas” – seja ao lado de Feliciano, Netinho ou Maluf, Sarney etc. Mesmo aplaudindo gente como Ahmadinejad, amigão do peito do partido e presidente daquele país que tão bem trata as mulheres.

Mas, para essa militância travestida de defensora da causa, machismo e sexismo estão nas cores do patriarcal “Kinder Ovo”. O PT está aí há mais de 10 anos, já deveria ser cobrado como óbvio responsável pelas desigualdades vigentes e pela falta de ações concretas – como o já mencionado recuo (http://economia.estadao.com.br/noticias/economia-brasil,governo-recua-da-ideia-de-sancao-de-projeto-que-iguala-salarios-de-homens-e-mulheres-,105434,0.htm) na igualdade salarial.

Como não podem cobrar o partido, reclamam de um ~perigosíssimo~ ovo com brinquedo. Todo esse absurdo machista e opressor que se vê num chocolate de embalagem azul é ignorado nos governos do PT e, como não é aliado nem tem ministério ou secretaria, o kinder com brinquedinho “de menino” pode ser atacado sem espirrar no governo.

E em alguns meses essa turma pedirá seu voto novamente, colocando banner em avatar, pedindo “mais amor” e aquela patacoada de sempre. A mesma galera “engajada” que não fala nada dos casos graves de governos petistas, mas grita alto e furiosamente contra um ovinho de páscoa.

Reclama de embalagem azulzinha mas alivia para esse governo? Pede voto voto novamente ao mesmo partido que não faz nada, alegando defender justamente as bandeiras pisoteadas durante a gestão? Já se sabe que não são militantes de uma causa, mas sim da legenda. – e vale para todas as demais bandeiras alardeadas apenas na época eleitoral, como defesa do estado laico, sustentabilidade, combate à especulação financeira e grupos empresariais etc. etc. etc.

O feminismo “Kinder Ovo” não tem surpresa. É sempre assim.

Cyberpunk-BR
15/03/2013, 09:35
Nigo, desculpa a falta de entusiasmo e esperança por esse país...

Mas olha bem o teor do texto que vc postou... Me diz como alguém irá assimilar o conteúdo dele de forma satisfatória, da maneira que a muito tempo nossa educação é tratada... Aqui se comemora que brasileiro sabe "ler". Jah este artigo, necessita interpretação de texto... e ai é demais né... Sem um incentivo não rola: paredão, fofoca, mulher semi nua, futebol... Sacas?

Cara, mulherada querendo direitos iguais? Ahahahaa Blz, acho sensato... Mas porra, alguém tem dizer: "ENTRA NA FILA MANÉ"... País tomado pela corrupção e impunidade. Assassino fica 6 anos e está na rua de novo. País com alto índice de trabalho escravo. Exploração infantil. Meta do povo é conseguir esmola do governo, vale fome, vale isso, vale aquilo. A meta é fugir da miséria absoluta e não se desenvolver. Povo sem cultura e ética, não rola.. Existe uma sequência correta de requisitos para se atingir este nível que elas desejam. Sem edução, povo ignorante e abitolado, nunca irão conseguir essa igualdade...

Abs,

carabina
15/03/2013, 17:40
Querem direitos iguais? então tá bom:

- Alistamento militar obrigatório
- Licença maternidade de 1 semana
- Aposentadoria aos 65 anos
- Carregar saco de cimento
- Pocar pedra

Mais ainda: a mulher tem uma expectativa de vida maior que o homem, mas aposenta mais cedo.

Mulher quando entra em uma profissão predominantemente masculina, ela é a corajosa, desbravadora, quando o homem faz o contrário, ele é gay, viadaço.