Página 138 de 146 PrimeiroPrimeiro ... 3888128131132133134135136137138139140141142143144145 ... ÚltimoÚltimo
Exibindo resultados 1.371 a 1.380 de 1455

Tópico: EconomicsCentral | Termômetro da economia brasileira (indicadores da atividade econômica)

  1. #1371
    echo "Hello World!" Avatar de Nom4d3
    Data de Registro
    Jun/2003
    Localização
    SBO - SP
    Mensagens
    7.091
    Valeu/SFA
    Recebidos: 4.608/183
    Dados: 1.633/882
    Citação Mensagem Original de Boris Ver Mensagem
    Esta resposta está oculta porque você está ignorando este membro. Exibir Citação
    É uma vergonha mesmo. Mas é muito melhor do que deixar na mão do estado e dos bandidos, Nomade.
    Até pq nao sabem administrar porra nenhuma. Já ficou claro isso.
    Deixa os gringos abraçarem isso. Quem sabe a coisa engrena.

    1 Not allowed! Not allowed!

  2. #1372
    Avatar de brender
    Data de Registro
    Abr/2013
    Localização
    São Paulo
    Mensagens
    2.601
    Valeu/SFA
    Recebidos: 1.010/49
    Dados: 441/30
    Post do Bourne do fórum DB

    http://defesabrasil.com/forum/viewto...06050#p5506065

    Isso pode ser um indicativo que existe uma mudança profunda da economia e sociedade japonesa que não se resolve com as políticas mágicas de estimulo fiscal e monetário. Essas políticas servem para aumentar o endividamento público, mas não é um problema porque a taxa de juros é baixa contribuir para elevada poupança. Ainda que a carga tributária e gasto é baixa em relação aos países desenvolvidos. O Japão é um mistério.

    Dizem que os EUA podem acabar ou estar em uma armadilha similar ao Japão. A dívida pública norte-americana e de outros países desenvolvidos é irrelevante na medida em que tem muita, mais muita poupança para financiar a dívida e manter a taxa de juros baixa. Isso sugere uma mudança estrutural e percepção de risco das famílias norte-americanas de adiar consumo e dos países emergentes, especialmente asiáticos. Além da política monetária expansionista que está aí fazem uma década (a tal "unconventional monetary policy"), mas que está longe de explicar essa dinâmica da taxa de juros real próxima a zero (zero-lower-bond).

    O problema dos EUA é que possuem o agravante de elevado nível de desigualdade, proliferação de subempregos, polarização do mercado de trabalho e rede de proteção social pequena. Assim as famílias de classe média trabalhadora tiveram membros que fizeram faculdade de alto nível ou são criativos e foram jogados para cima ou, como na maioria dos casos, perderam renda, estão subempregados e competem com imigrantes. O que pode se tornar um ambiente propício para instabilidade social e populismo político.

    Não só o Japão que é um mistério. O grande mistério é que a inflação sumiu no mundo desenvolvido, concentração de renda disparou e o mundo não cresce como na década de 2000. Ninguém sabe ao certo o motivo e nem o que fazer. As aberrações como Brasil não ter quebrado ainda mesmo com déficits primários e explosão da dívida pública, bolha do bitcon e do mercado de ações em geral, financiamento ilimitado para países emergentes tem correlação com os elementos acima.

    Em outros tempos, a crise fiscal atual do br huehue tinha mandado o Brasil para os terríveis anos de FHC (2000-2002) ou pior para a crise da década de 1980 com hiperinflação, recessão e tudo mais. So que não aconteceu. Observem que Brasil só vai ter superávit primário e estabilizar a dívida lá por 2020 sendo otimista. E tudo bem. Os capitais externos para firmas, bancos, mercado de capitais e dívida pública continuam entrando. Não é o mérito da política econômica nacional dilmista ou temerista, mas boa parte atribuída a situação atual do mundo. Inclusive o Brasil foi contaminado pela baixa inflação mundial. Já tem gente acadêmica séria falando que pode ser que inflação Brasil nos próximos anos seja mesmo 2-3% ao ano mesmo com recuperação da economia e redução do desemprego. Uma aberração porque nunca antes baixou de 4,5 que era o centro da meta de inflação.

    0 Not allowed! Not allowed!
    Processador: i5 6600k Skylake | Cooler: Cooler Master Hyper 212x | Placa mãe: ASRock Fatal1ty Z170 Gaming K6 | Memória: 2x Kingston HyperX Fury DDR4 8gb 2133mhz - HX421C14FB2/8 |Placa de vídeo: Gigabyte GTX 770 WindForce OC 2 GB | HD: Western Caviar Blue 1 TB - 7200 RPM - 64 mb - SATA III | Fonte: Corsair TX750w V2 | Gabinete: NZXT Source 530 Full Tower |
    Ventoinha: 9x Cooler Master SickleFlow X 120mm / 12cm - 2000 RPM | Mouse: Logitech G502 | Teclado: Logitech Deluxe Desktop PS2 | Microfone: Zalman Zm-Mic1


  3. #1373
    Avatar de brender
    Data de Registro
    Abr/2013
    Localização
    São Paulo
    Mensagens
    2.601
    Valeu/SFA
    Recebidos: 1.010/49
    Dados: 441/30

    0 Not allowed! Not allowed!
    Processador: i5 6600k Skylake | Cooler: Cooler Master Hyper 212x | Placa mãe: ASRock Fatal1ty Z170 Gaming K6 | Memória: 2x Kingston HyperX Fury DDR4 8gb 2133mhz - HX421C14FB2/8 |Placa de vídeo: Gigabyte GTX 770 WindForce OC 2 GB | HD: Western Caviar Blue 1 TB - 7200 RPM - 64 mb - SATA III | Fonte: Corsair TX750w V2 | Gabinete: NZXT Source 530 Full Tower |
    Ventoinha: 9x Cooler Master SickleFlow X 120mm / 12cm - 2000 RPM | Mouse: Logitech G502 | Teclado: Logitech Deluxe Desktop PS2 | Microfone: Zalman Zm-Mic1


  4. #1374
    Avatar de brender
    Data de Registro
    Abr/2013
    Localização
    São Paulo
    Mensagens
    2.601
    Valeu/SFA
    Recebidos: 1.010/49
    Dados: 441/30
    Seria muito bom se realmente saísse do papel

    Trem Intercidades será alterado para viabilizar o início das obras

    Fonte: http://www.ovale.com.br/_conteudo/20...das-obras.html



    Estudo de viabilidade do Trem Intercidades está em fase final de atualização e sofrerá mudanças para redução de custos; ideia é repassar à empresa vencedora da licitação a exploração de uma linha da CPTM em São Paulo

    O estudo de viabilidade do Trem Intercidades, projeto para interligar o Vale do Paraíba às principais regiões metropolitanas de São Paulo, está em fase final de atualização e sofrerá mudanças para redução de custos.

    O projeto será viabilizado por meio de uma PPP (Parceria Público-Privada) de US$ 5,4 bilhões (R$ 17 bilhões). O Estado precisa entrar com US$ 1,8 bilhão (R$ 5,7 bilhões), dinheiro que hoje não existe nos cofres públicos.

    Para resolver esse impasse, a EDLP (Estação da Luz Participações), responsável pelo estudo de viabilidade, entrega neste segundo semestre uma atualização do projeto original, concluído há cinco anos.

    A ideia é propor que a empresa vencedora da licitação para o Trem Intercidades também explore uma das linhas da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos). Dessa maneira, o Estado não precisaria dar R$ 5,7 bilhões.


    Os detalhes da atualização do projeto foram apresentados em seminário sobre o tema na última sexta-feira, em Limeira. "Uma das hipóteses estudadas para reduzir o aporte [do Estado] é colocar o serviço prestado pela CPTM junto com o Trem Intercidades, que passaria a ter dois níveis de serviço: o transporte metropolitano, com diversas paradas e tarifa da CPTM, e o serviço intercidades, que é um trem expresso, com outro nível de serviço, menos paradas", disse o diretor comercial da EDLP, Roberto Meira.

    "Isso vai permitir uma redução no investimento. Em vez de fazer seis vias, como estávamos prevendo [duas já existem], a gente vai juntar CPTM e Trem Intercidades, possibilitando ter menos investimento em via permanente. Hoje, com tecnologia, você consegue operar diversos trens em poucas vias, com os pátios de cruzamento", completou.

    O projeto ferroviário vai interligar as regiões metropolitanas de Campinas, São Paulo, Vale do Paraíba, Sorocaba e Baixada Santista. Campinas foi escolhida para iniciar o projeto por ter maior demanda: 68.384 passageiros ao dia.

    PRAZOS.

    A RMVale vem em seguida, com 48.392 usuários ao dia. Baixada Santista (32.564) e Sorocaba (20.440) aparecem na sequência. O trecho do Vale, no entanto, será o último a ser concluído.

    A implantação do trem foi anunciada pelo Estado em novembro de 2012. Cinco anos depois, o projeto ainda está emperrado. A entrega deveria ocorrer em 2016. Em maio deste ano, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) viajou aos Estados Unidos para tentar vender o projeto a investidores.



    Governo paulista recebe equipe do Banco Mundial para avaliar Trem Intercidades


    Fonte: https://diariodotransporte.com.br/20...-intercidades/

    Uma equipe do Banco Mundial (BIRD) virá a São Paulo esta semana com a missão especial de analisar o projeto do Trem Intercidades junto ao governo do Estado.

    O BIRD – Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento é uma instituição financeira internacional que oferece empréstimos a países em desenvolvimento de renda média. Ele é a primeira das cinco instituições que integram o Grupo Banco Mundial, o que o leva a ser conhecido também pelo nome da própria instituição que integra.

    O diretor de infraestrutura do Banco no Brasil, Paul Procee, fará com sua equipe de oito profissionais um programa intensivo de reconhecimento e discussões sobre o Trem Intercidades.

    O foco da visita é coletar informações que possibilitem ao BIRD atuar como parceiro do governo paulista na modelagem da Parceria Público-Privado que viabilizará o projeto.



    FASES DO INTERCIDADES:

    A primeira fase do Trem Intercidades tem como meta ligar as cidades de São Paulo, Jundiaí, Campinas e Americana por um percurso de 135 quilômetros em trilhos. O projeto prevê nove estações, com um investimento para implantação estimado em R$ 5 bilhões.

    O trem de média velocidade vai operar junto com a Linha 7-Rubi da CPTM, que atualmente chega até Jundiaí. A estimativa inicial é de que o ramal transporte cerca de 60 mil passageiros por dia.

    Para tirar o projeto da prancheta o Governo de São Paulo trabalha para atrair a iniciativa privada por meio de uma PPP.

    Na modalidade de parceria, os custos de implantação são repartidos entre o Executivo paulista e o concessionário, que pode obter receita com tarifas e itens acessórios (como publicidade, por exemplo).

    O contrato é por prazo determinado: após o encerramento da parceria, toda a infraestrutura implantada volta para o Estado.

    O diretor do BIRD, Paul Procee, após encontro com o governador Geraldo Alckmin na última quarta-feira (21), afirmou: “A ideia de que o poder público deve fazer tudo sozinho é ultrapassada. Cada vez mais as cidades e Estados em todo o mundo contam com um parceiro privado para viabilizar projetos importantes”.

    O governo estadual espera que o Banco traga experiências internacionais que sirvam de exemplo para a concretização do projeto. Isso se explica: não há em operação nenhum transporte de passageiros sobre trilhos nestes moldes no Brasil.

    A missão sobre o Trem Intercidades inclui também equipes das secretarias de Governo, Transportes Metropolitanos, Logística e Transportes, Fazenda, Planejamento e Habitação, além da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), Procuradoria Geral do Estado e Comissão de Monitoramento dos Contratos de Concessões e Permissões.

    Dentro do cronograma de visitas técnicas, até terça-feira o grupo do BIRD vai percorrer os trechos de São Paulo a Campinas e de Campinas a Americana vistoriando o traçado e avaliando questões ambientais e de desapropriação.

    A missão será finalizada com várias rodadas de reuniões no Palácio dos Bandeirantes, incluindo discussões sobre aspectos de engenharia e operacionais, traçado, demanda, desenvolvimento social e questões econômico-financeiras.

    Outro entrave para a implantação do Trem Intercidades está no Governo Federal, que precisará liberar as áreas sob sua gestão no traçado da futura linha. A União já mantém uma linha de cargas no traçado pretendido e precisa autorizar o Estado de SP a ocupar as margens laterais com a linha de passageiros.

    Alckmin avalia estudo que inclui Aparecida no Trem Intercidades



    Projeto para interligar Vale do Paraíba às principais regiões metropolitanas de S. Paulo poderá ter o traçado alterado para chegar a Aparecida, aproveitando potencial turístico

    Fonte: https://gazetadetaubate.com.br/alckm...-intercidades/

    O Trem Intercidades, projeto para interligar o Vale do Paraíba às principais regiões metropolitanas de São Paulo, poderá ter o traçado inicial alterado para chegar a Aparecida, maior centro de peregrinação religiosa da América Latina, com 11 milhões de visitantes por ano.

    Em Aparecida na última quinta-feira, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) afirmou que aguarda estudos técnicos de engenharia e a liberação das áreas de domínio da União para lançar o edital da PPP (Parceria Público-Privada).

    Os primeiros estudos indicaram que o trem poderia chegar a Pindamonhangaba. Após análise posterior, ficou definido que Taubaté seria o ponto final. Agora, cogita-se ampliar o traçado para aproveitar o potencial turístico da cidade que abriga o Santuário.

    “Estamos aguardando os últimos estudos técnicos de engenharia e o ‘ok’ da União para lançar o edital do trem”, disse Alckmin na quinta-feira.

    “Esse modelo é uma cruz. Ele primeiro vai de norte a sul, saindo da região de Campinas e indo até Santo André, depois descendo a serra para Santos. E depois de oeste a leste: Sorocaba, São Roque, Osasco, São Paulo, Guarulhos, São José, Taubaté e pode chegar a Aparecida. É um estudo ainda em elaboração”, completou.

    A primeira etapa do projeto seria o trecho de Campinas a São Paulo, com parada no aeroporto de Viracopos.

    PROPOSTA/ O projeto será viabilizado por meio de uma PPP de US$ 5,4 bilhões (R$ 17 bilhões). O Estado precisa entrar com US$ 1,8 bilhão (R$ 5,7 bilhões), dinheiro que hoje não existe nos cofres públicos.

    Para resolver esse impasse, a EDLP (Estação da Luz Participações), responsável pelo estudo de viabilidade, entrega neste segundo semestre uma atualização do projeto original, concluído há cinco anos.

    A ideia é propor que a empresa vencedora da licitação para o Trem Intercidades também explore uma das linhas da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos). Dessa maneira, o Estado não precisaria dar R$ 5,7 bilhões.

    Campinas tem demanda de 68.384 passageiros ao dia. A RMVale, 48.392.


    Após revisão, Trem Intercidades vai ficar até R$ 1,5 bilhão mais caro

    Fonte: https://gazetadetaubate.com.br/apos-...hao-mais-caro/

    Vitrine em uma provável candidatura presidencial do governador Geraldo Alckmin (PSDB), Trem Intercidades teve projeto revisado e valores atualizados por uma empresa responsável pelo estudo de viabilidade do modal


    Se o prefeito de São Paulo, João Dória (PSDB), recorre ao slogan “acelera” em suas publicações virtuais, o governador tucano Geraldo Alckmin quer usá-lo na prática, em obras e projetos que pretende apresentar como vitrine em uma provável corrida presidencial em 2018.

    Uma das apostas, no entanto, ficará R$ 1,5 bilhão mais cara. O Trem Intercidades, projeto para interligar o Vale do Paraíba às principais regiões metropolitanas de São Paulo, teve os estudos de viabilidade atualizados no mês passado. Os valores também foram corrigidos pela empresa responsável, a EDLP (Estação da Luz Participações).

    A ideia é “acelerar” sua apresentação para, ainda no primeiro semestre de 2018, promover as audiências públicas obrigatórias para a implantação do trem. Se for concorrer ao Palácio do Planalto, Alckmin deixa o governo paulista em abril.

    A expectativa é lançar o edital de licitação no fim de 2018, quando existe a possibilidade de o tucano estar em campanha pela presidência da República.

    “A atualização já foi feita, tanto que o valor do trem passou de R$ 5 bilhões para R$ 6,5 bilhões. Ela está sendo apresentada pelo grupo que fez o projeto”, afirmou o presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Cauê Macris (PSDB).

    ASSINATURA/ “O maior entrave é agora, mas, quando começar, vai fluir porque será capital privado [por meio de Parceria Público-Privada]. Serão até quatro anos de obras”, completou o deputado, que tomou frente do projeto junto a Alckmin.

    O entrave, a que se refere, é a cessão das linhas férreas de domínio da União, que carece de assinatura do presidente Michel Temer (PMDB).

    0 Not allowed! Not allowed!
    Processador: i5 6600k Skylake | Cooler: Cooler Master Hyper 212x | Placa mãe: ASRock Fatal1ty Z170 Gaming K6 | Memória: 2x Kingston HyperX Fury DDR4 8gb 2133mhz - HX421C14FB2/8 |Placa de vídeo: Gigabyte GTX 770 WindForce OC 2 GB | HD: Western Caviar Blue 1 TB - 7200 RPM - 64 mb - SATA III | Fonte: Corsair TX750w V2 | Gabinete: NZXT Source 530 Full Tower |
    Ventoinha: 9x Cooler Master SickleFlow X 120mm / 12cm - 2000 RPM | Mouse: Logitech G502 | Teclado: Logitech Deluxe Desktop PS2 | Microfone: Zalman Zm-Mic1


  5. #1375
    echo "Hello World!" Avatar de Nom4d3
    Data de Registro
    Jun/2003
    Localização
    SBO - SP
    Mensagens
    7.091
    Valeu/SFA
    Recebidos: 4.608/183
    Dados: 1.633/882
    Qual o tempo será q daria daqui de Americana até SP? Uns 120... 130 KM.

    Projeto dahora se sair do papel.

    0 Not allowed! Not allowed!

  6. #1376
    Avatar de brender
    Data de Registro
    Abr/2013
    Localização
    São Paulo
    Mensagens
    2.601
    Valeu/SFA
    Recebidos: 1.010/49
    Dados: 441/30
    Citação Mensagem Original de Nom4d3 Ver Mensagem
    Esta resposta está oculta porque você está ignorando este membro. Exibir Citação
    Qual o tempo será q daria daqui de Americana até SP? Uns 120... 130 KM.

    Projeto dahora se sair do papel.
    Campinas até São Paulo seria 45 minutos

    1 Not allowed! Not allowed!
    Processador: i5 6600k Skylake | Cooler: Cooler Master Hyper 212x | Placa mãe: ASRock Fatal1ty Z170 Gaming K6 | Memória: 2x Kingston HyperX Fury DDR4 8gb 2133mhz - HX421C14FB2/8 |Placa de vídeo: Gigabyte GTX 770 WindForce OC 2 GB | HD: Western Caviar Blue 1 TB - 7200 RPM - 64 mb - SATA III | Fonte: Corsair TX750w V2 | Gabinete: NZXT Source 530 Full Tower |
    Ventoinha: 9x Cooler Master SickleFlow X 120mm / 12cm - 2000 RPM | Mouse: Logitech G502 | Teclado: Logitech Deluxe Desktop PS2 | Microfone: Zalman Zm-Mic1


  7. #1377
    Avatar de brender
    Data de Registro
    Abr/2013
    Localização
    São Paulo
    Mensagens
    2.601
    Valeu/SFA
    Recebidos: 1.010/49
    Dados: 441/30
    Tem tudo sobre o projeto nesse pdf abaixo, muito bom.

    Trens Intercidades

    Americana – Campinas – Jundiaí – São Paulo

    http://ckzagencia.com.br/downloads/01.pdf

    De acordo com o PDF.

    TIC | Cessão de Áreas (Trecho São Paulo - Americana)

    Em Jul/2015 foi enviado Ofício GG. GA. nº. 032/2015 ao Ministério dos Transportes propondo a
    retomada das tratativas junto ao Governo Federal do Projeto Trem Intercidades visto a necessidade
    de utilização de Áreas Federais (faixa de domínio afeta ao transporte ferroviário de carga na Malha
    Sudoeste e na Malha Paulista), cujos serviços foram concedidos à MRS Logística S.A e à América
    Latina Logística Malha Paulista S.A. (ALL).

    Em reunião realizada em Dez/2015 entre representantes do Governo Federal e Governo do Estado
    acordou-se que o GESP, a MRS e a ALL trabalhariam conjuntamente para definir traçado que
    acomodasse a possibilidade de implantação de:

    a) 6 vias férreas na Malha Sudeste (2 para TIC, 2 para CPTM e 2 para transporte de carga);
    b) 4 vias férreas na Malha Paulista (2 para TIC e 2 para transporte de carga).

    Os estudos preliminares demonstraram a viabilidade do projeto obtendo a concordância, tanto da
    MRS quanto da ALL, para soluções de implantação das vias férreas do TIC.

    A MRS aprofundou os estudos da Malha Sudoeste (Trecho Água Branca/Jundiaí) resultando na
    Concepção de Projeto Conceitual de Engenharia e no Mosaico de Áreas, cujas entregas foram
    formalizadas junto ao GESP em Jul/17.

    TIC | Cessão de Áreas (Trecho São Paulo - Americana)

    Em Jul/2017 a GESP encaminhou Ofício para o Ministério dos Transportes posicionando sobre o
    andamento das tratativas e reforçando a necessidade de:

    a) gestão junto à ALL no sentido de desenvolvimento de projeto de conceitual de engenharia,

    semelhante ao desenvolvido pela MRS, para o trecho Malha Paulista (Trecho Jundiaí/Americana);
    b) dar início à transferência das áreas federais já apontadas no Mosaico de Áreas;

    c) dar início aos estudos conjuntos (Governo Federal e Estadual) do processo de licenciamento
    ambiental;

    d) indicação de interlocutor do Ministério dos Transportes para tratativas envolvendo o Projeto.

    0 Not allowed! Not allowed!
    Processador: i5 6600k Skylake | Cooler: Cooler Master Hyper 212x | Placa mãe: ASRock Fatal1ty Z170 Gaming K6 | Memória: 2x Kingston HyperX Fury DDR4 8gb 2133mhz - HX421C14FB2/8 |Placa de vídeo: Gigabyte GTX 770 WindForce OC 2 GB | HD: Western Caviar Blue 1 TB - 7200 RPM - 64 mb - SATA III | Fonte: Corsair TX750w V2 | Gabinete: NZXT Source 530 Full Tower |
    Ventoinha: 9x Cooler Master SickleFlow X 120mm / 12cm - 2000 RPM | Mouse: Logitech G502 | Teclado: Logitech Deluxe Desktop PS2 | Microfone: Zalman Zm-Mic1


  8. #1378
    Avatar de brender
    Data de Registro
    Abr/2013
    Localização
    São Paulo
    Mensagens
    2.601
    Valeu/SFA
    Recebidos: 1.010/49
    Dados: 441/30
    Câmara pressiona União a liberar malha para o Trem Intercidades

    Fonte: https://gazetadetaubate.com.br/camar...-intercidades/

    Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados convoca diretor-geral da ANTT para esclarecer atraso no processo de implantação do trem para ligar RMVale às principais regiões metropolitanas de S. Paulo

    Redação / Gazeta de Taubaté

    A Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados aprovou a convocação do diretor-geral da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), Jorge Luiz Bastos, para esclarecer o atraso no processo de implantação do Trem Intercidades, projeto para interligar o Vale do Paraíba às principais regiões metropolitanas de São Paulo.

    A audiência pública ainda terá o presidente da MRS Logística S.A., Guilherme Mello, e o presidente da Rumo Logística, Rubens Ometto Silveira. A liberação da malha ferroviária, de domínio da União, está emperrada em Brasília desde junho.

    A cessão de linhas férreas, prometida pelo presidente Michel Temer (PMDB) em meio à crise política a partir da revelação da delação da JBS, está cinco meses atrasada. O peemedebista assinaria o acordo em julho.


    A convocação dos responsáveis pela malha, com o objetivo de destravar o projeto, foi proposta pelo deputado Vanderlei Macris (PSDB-SP) e subscrito pelo deputado Hugo Leal (PSB-RJ)

    “A proposta é trazer para mesa um debate da maior relevância para São Paulo, chamado Trem Intercidades. É um projeto do governador Geraldo Alckmin (PSDB) e que foi paralisado por falta de boa vontade no compartilhamento da malha”, afirmou Macris.

    “A MRS tem dado uma boa contribuição, mas a Rumo não está fazendo a mesma coisa. Queremos saber qual o problema dela. Esses esclarecimentos seriam muito importantes”, completou o deputado.

    LIGAÇÃO

    O projeto ferroviário vai interligar as regiões metropolitanas de Campinas, São Paulo, Vale do Paraíba, Sorocaba e Baixada Santista. O primeiro trecho, entre a capital e a região de Campinas, foi escolhido para iniciar as obras por ter maior demanda: 68.384 passageiros ao dia.

    O trem será viabilizado por meio de uma PPP (Parceria Público-Privada). O primeiro trecho custará R$ 5 bilhões.

    Em maio deste ano, o governador Geraldo Alckmin viajou aos Estados Unidos para tentar vender o projeto a investidores estrangeiros.

    A Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados, responsável pela audiência pública em Brasília, ainda vai definir uma data para o encontro.

    Implantação tinha prazo de entrega para 2016; região tem a 2ª maior demanda

    A implantação do trem foi anunciada pelo Estado em novembro de 2012. Cinco anos depois, o projeto ainda está emperrado. A entrega deveria ocorrer em 2016.

    Depois de Campinas, a RMVale tem a segunda maior demanda de passageiros: 48.392 usuários ao dia. Baixada Santista (32.564) e Sorocaba (20.440) aparecem na sequência.

    0 Not allowed! Not allowed!
    Processador: i5 6600k Skylake | Cooler: Cooler Master Hyper 212x | Placa mãe: ASRock Fatal1ty Z170 Gaming K6 | Memória: 2x Kingston HyperX Fury DDR4 8gb 2133mhz - HX421C14FB2/8 |Placa de vídeo: Gigabyte GTX 770 WindForce OC 2 GB | HD: Western Caviar Blue 1 TB - 7200 RPM - 64 mb - SATA III | Fonte: Corsair TX750w V2 | Gabinete: NZXT Source 530 Full Tower |
    Ventoinha: 9x Cooler Master SickleFlow X 120mm / 12cm - 2000 RPM | Mouse: Logitech G502 | Teclado: Logitech Deluxe Desktop PS2 | Microfone: Zalman Zm-Mic1


  9. #1379
    Avatar de Sr. Bison
    Data de Registro
    Abr/2006
    Localização
    Jacareí - SP
    Mensagens
    4.007
    Valeu/SFA
    Recebidos: 2.824/45
    Dados: 498/44
    Citação Mensagem Original de brender Ver Mensagem
    Esta resposta está oculta porque você está ignorando este membro. Exibir Citação
    Nome:  giphy.gif
Vistos: 53
Tamanho:  1,42 MB

    Nome:  giphy.gif
Vistos: 50
Tamanho:  2,21 MB

    Eu não sei por onde começar ... Basicamente há 4 asneiras a cada 3 palavras.

    1 Not allowed! Not allowed!
    Bison online lemas :

    Não peça nada que você não pode pegar.
    Aonde você vê crise eu vejo oportunidade.

  10. #1380
    Avatar de brender
    Data de Registro
    Abr/2013
    Localização
    São Paulo
    Mensagens
    2.601
    Valeu/SFA
    Recebidos: 1.010/49
    Dados: 441/30
    O Brasil no vermelho

    https://www.oantagonista.com/economi...l-no-vermelho/

    Levantamento feito pela Exame mostra que 63% dos municípios brasileiros fecharão 2017 no vermelho.

    Os motivos, em tese, são “queda nos repasses da União, baixa arrecadação própria e orçamento comprometido com salários”.

    É, principalmente, o vermelho herdado do PT.

    0 Not allowed! Not allowed!
    Processador: i5 6600k Skylake | Cooler: Cooler Master Hyper 212x | Placa mãe: ASRock Fatal1ty Z170 Gaming K6 | Memória: 2x Kingston HyperX Fury DDR4 8gb 2133mhz - HX421C14FB2/8 |Placa de vídeo: Gigabyte GTX 770 WindForce OC 2 GB | HD: Western Caviar Blue 1 TB - 7200 RPM - 64 mb - SATA III | Fonte: Corsair TX750w V2 | Gabinete: NZXT Source 530 Full Tower |
    Ventoinha: 9x Cooler Master SickleFlow X 120mm / 12cm - 2000 RPM | Mouse: Logitech G502 | Teclado: Logitech Deluxe Desktop PS2 | Microfone: Zalman Zm-Mic1


Informação do Tópico

Usuários Navegando pelo Tópico

Existe(m) atualmente 1 usuário(s) navegando pelo tópico. (0 membro(s) e 1 visitante(s))

Regras de Postagem

  • Você não pode postar novos tópicos
  • Você não pode responder mensagens
  • Você não pode postar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  
  • Código BB está Funcionando
  • Smilies estão Funcionando
  • Código [IMG] está Funcionando
  • Código [VIDEO] está Funcionando
  • O código HTML está Desativado