Página 146 de 146 PrimeiroPrimeiro ... 4696136139140141142143144145146
Exibindo resultados 1.451 a 1.457 de 1457

Tópico: EconomicsCentral | Termômetro da economia brasileira (indicadores da atividade econômica)

  1. #1451
    Recursos Humanos de Belo Horizonte Avatar de RHBH
    Data de Registro
    Mar/2008
    Localização
    São Paulo
    Mensagens
    5.821
    Valeu/SFA
    Recebidos: 2.168/649
    Dados: 648/105
    Citação Mensagem Original de brender Ver Mensagem
    Esta resposta está oculta porque você está ignorando este membro. Exibir Citação
    Esses dados estão errados... Um bloco que a China faz parte com população de 653 milhões?

    0 Not allowed! Not allowed!
    Corsair Carbide 500R / Seasonic M12II EVO 850W / ASRock Z97 Extreme6 / Intel Core i7 4790K / Corsair Hydro H60 / Corsair Vengeance Pro [4x8GB] / EVGA GTX 980 / SSD Samsung 970 PRO M.2 [1TB] / SSD WD Blue M.2 [1TB] / Samsung SpinPoint F3 [2x1TB - RAID 0] / Seagate Barracuda Compute [2x4TB - RAID 1] / WD Blue [500GB] / Creative Sound Blaster Z / Edifier C2 30W / Logitech G PRO Headset / Corsair Glaive Mice / Corsair K70 MK2 Keyboard / Corsair MM300 Mousepad / LG 34" Ultrawide 144Hz

  2. #1452
    Avatar de brender
    Data de Registro
    Abr/2013
    Localização
    São Paulo
    Mensagens
    2.604
    Valeu/SFA
    Recebidos: 1.010/49
    Dados: 441/30













    0 Not allowed! Not allowed!
    Processador: i5 6600k Skylake | Cooler: Cooler Master Hyper 212x | Placa mãe: ASRock Fatal1ty Z170 Gaming K6 | Memória: 2x Kingston HyperX Fury DDR4 8gb 2133mhz - HX421C14FB2/8 |Placa de vídeo: Gigabyte GTX 770 WindForce OC 2 GB | HD: Western Caviar Blue 1 TB - 7200 RPM - 64 mb - SATA III | Fonte: Corsair TX750w V2 | Gabinete: NZXT Source 530 Full Tower |
    Ventoinha: 9x Cooler Master SickleFlow X 120mm / 12cm - 2000 RPM | Mouse: Logitech G502 | Teclado: Logitech Deluxe Desktop PS2 | Microfone: Zalman Zm-Mic1


  3. #1453
    Avatar de brender
    Data de Registro
    Abr/2013
    Localização
    São Paulo
    Mensagens
    2.604
    Valeu/SFA
    Recebidos: 1.010/49
    Dados: 441/30
    https://www12.senado.leg.br/noticias...diencia-na-cae

    Técnicos da cúpula do Ministério da Economia disseram nesta terça-feira (9), em audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), que o acordo fechado recentemente entre Mercosul e União Europeia trará ganhos extremamente significativos para o produto interno bruto (PIB), a atração de investimentos e a modernização de amplos setores do país.

    — O PIB brasileiro aumentará U$ 500 bilhões em 15 anos através da desgravação [desoneração] tarifária. Nossa corrente comercial com a Europa crescerá em R$ 1 trilhão e atrairemos R$ 450 bilhões em novos investimentos europeus neste mesmo período — garantiu o secretário de Comércio Exterior, Lucas Ferraz.

    0 Not allowed! Not allowed!
    Processador: i5 6600k Skylake | Cooler: Cooler Master Hyper 212x | Placa mãe: ASRock Fatal1ty Z170 Gaming K6 | Memória: 2x Kingston HyperX Fury DDR4 8gb 2133mhz - HX421C14FB2/8 |Placa de vídeo: Gigabyte GTX 770 WindForce OC 2 GB | HD: Western Caviar Blue 1 TB - 7200 RPM - 64 mb - SATA III | Fonte: Corsair TX750w V2 | Gabinete: NZXT Source 530 Full Tower |
    Ventoinha: 9x Cooler Master SickleFlow X 120mm / 12cm - 2000 RPM | Mouse: Logitech G502 | Teclado: Logitech Deluxe Desktop PS2 | Microfone: Zalman Zm-Mic1


  4. #1454
    Avatar de brender
    Data de Registro
    Abr/2013
    Localização
    São Paulo
    Mensagens
    2.604
    Valeu/SFA
    Recebidos: 1.010/49
    Dados: 441/30
    'Estamos alinhados às políticas dos EUA', diz Bolsonaro sobre retenção de navios do Irã
    Questionado se tinha conversado com Trump sobre o impasse, presidente disse que 'certas coisas não precisa conversar' e 'sabe o que fazer' sobre o caso

    https://internacional.estadao.com.br...ra,70002931415

    BRASÍLIA - O presidente Jair Bolsonaro afirmou neste domingo que não precisar conversar com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para estar alinhado com os americanos na questão dos dois navios iranianos que estão parados no Porto de Paranaguá desde junho. Segundo ele, o tema não foi tratado com o republicano ainda.

    "Sobre esse assunto específico não. Mas tem certas coisas que não precisa conversar. Estamos alinhados à política deles, então sabemos o que temos que fazer", disse.



    Brasil deve se tornar 2º maior exportador global de milho, diz FAO

    https://www.douradosagora.com.br/not...lobal-de-milho

    Irã é o principal país importador do milho brasileiro

    https://www.udop.com.br/index.php?it...as&cod=1171630

    08/10/2018 - O Irã é o principal país importador do milho brasileiro em 2018, com a aquisição de 4,684 milhões de toneladas no acumulado dos primeiros nove meses do ano, alta de 38% na comparação com o resultado de igual período do ano passado, apontam dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), captados pelo analista de grãos da DATAGRO, Flávio Roberto de França Júnior.

    Irã compra pelo menos 50 mil toneladas de milho do Brasil

    http://www.grupojangada.com.br/insti...ilho-do-brasil

    Em 2018, o Brasil vendeu ao Irã US$ 2,26 bilhões e importou US$ 39,92 milhões. O Irã é maior mercado para o milho brasileiro e o quinto maior destino da carne bovina e da soja exportadas pelo Brasil.

    http://www.itamaraty.gov.br/pt-BR/fi...slamica-do-ira

    Impulsionado pelo milho, Irã se isola como 2º mercado exportador de Mato Grosso

    https://www.sonoticias.com.br/agrono...e-mato-grosso/

    Exportações de milho têm forte alta de 122% em julho e Irã é o principal importador

    https://www.comexdobrasil.com/export...al-importador/

    IMPORTADORES DO IRÃ COMPRAM MAIS DE 500 MIL T DE MILHO DO BRASIL

    O Irã foi o principal importador de milho do Brasil em 2017, comprando 4,8 milhões de toneladas, segundo dados do governo brasileiro.


    https://www.abracomex.org/importador...ilho-do-brasil


    0 Not allowed! Not allowed!
    Processador: i5 6600k Skylake | Cooler: Cooler Master Hyper 212x | Placa mãe: ASRock Fatal1ty Z170 Gaming K6 | Memória: 2x Kingston HyperX Fury DDR4 8gb 2133mhz - HX421C14FB2/8 |Placa de vídeo: Gigabyte GTX 770 WindForce OC 2 GB | HD: Western Caviar Blue 1 TB - 7200 RPM - 64 mb - SATA III | Fonte: Corsair TX750w V2 | Gabinete: NZXT Source 530 Full Tower |
    Ventoinha: 9x Cooler Master SickleFlow X 120mm / 12cm - 2000 RPM | Mouse: Logitech G502 | Teclado: Logitech Deluxe Desktop PS2 | Microfone: Zalman Zm-Mic1


  5. #1455
    Avatar de brender
    Data de Registro
    Abr/2013
    Localização
    São Paulo
    Mensagens
    2.604
    Valeu/SFA
    Recebidos: 1.010/49
    Dados: 441/30
    Plano Guedes: o pacote de medidas do ministro para destravar a economia
    Para além da Nova Previdência e do FGTS, governo vai lançar mudanças estruturais para tirar o Brasil do atraso

    Após sete meses de um esforço quase exclusivo em defesa da reforma da Previdência, aprovada em primeiro turno pelos deputados federais, Guedes promete anunciar nas próximas semanas a conclusão de uma série de medidas — detalhadas nesta reportagem — que, somadas, vão destravar cerca de 4 trilhões de reais em uma década e podem dobrar o PIB per capita brasileiro nos próximos dez anos. Na falta de um nome oficial, o arsenal do ministro vem sendo chamado de “Plano Guedes”.

    https://veja.abril.com.br/economia/p...o-crescimento/




    0 Not allowed! Not allowed!
    Processador: i5 6600k Skylake | Cooler: Cooler Master Hyper 212x | Placa mãe: ASRock Fatal1ty Z170 Gaming K6 | Memória: 2x Kingston HyperX Fury DDR4 8gb 2133mhz - HX421C14FB2/8 |Placa de vídeo: Gigabyte GTX 770 WindForce OC 2 GB | HD: Western Caviar Blue 1 TB - 7200 RPM - 64 mb - SATA III | Fonte: Corsair TX750w V2 | Gabinete: NZXT Source 530 Full Tower |
    Ventoinha: 9x Cooler Master SickleFlow X 120mm / 12cm - 2000 RPM | Mouse: Logitech G502 | Teclado: Logitech Deluxe Desktop PS2 | Microfone: Zalman Zm-Mic1


  6. #1456
    Avatar de brender
    Data de Registro
    Abr/2013
    Localização
    São Paulo
    Mensagens
    2.604
    Valeu/SFA
    Recebidos: 1.010/49
    Dados: 441/30
    A batalha do Brasil na China
    Em meio à guerra comercial do país asiático com os EUA, empresários brasileiros garantem investimentos de US$ 24,8 bilhões em rodadas de negociações com bancos e companhias chinesas


    Artigo completo: https://www.istoedinheiro.com.br/a-b...asil-na-china/

    Na semana em que a guerra comercial entre Estados Unidos e China chegou a seu ápice, uma delegação de representantes de 35 empresas paulistas desembarcou em Pequim, junto com o governador de São Paulo João Doria e seu time de secretários, para dar início à maior missão empresarial brasileira no país que tem a segunda maior economia mundial. Na contramão do alinhamento do governo de Jair Bolsonaro com Estados Unidos, Israel e União Europeia, as negociações tinham como desafio aproximar ainda mais o setor produtivo brasileiro das empresas chinesas. O maior parceiro comercial do Brasil gerou mais de US$ 56 bilhões em negócios no primeiro semestre deste ano. E apenas nos cinco dias da visita, o grupo liderado por Doria garantiu compromissos públicos e privados de investimentos de US$ 24,8 bilhões nos próximos quatro anos.


    0 Not allowed! Not allowed!
    Processador: i5 6600k Skylake | Cooler: Cooler Master Hyper 212x | Placa mãe: ASRock Fatal1ty Z170 Gaming K6 | Memória: 2x Kingston HyperX Fury DDR4 8gb 2133mhz - HX421C14FB2/8 |Placa de vídeo: Gigabyte GTX 770 WindForce OC 2 GB | HD: Western Caviar Blue 1 TB - 7200 RPM - 64 mb - SATA III | Fonte: Corsair TX750w V2 | Gabinete: NZXT Source 530 Full Tower |
    Ventoinha: 9x Cooler Master SickleFlow X 120mm / 12cm - 2000 RPM | Mouse: Logitech G502 | Teclado: Logitech Deluxe Desktop PS2 | Microfone: Zalman Zm-Mic1


  7. #1457
    Avatar de brender
    Data de Registro
    Abr/2013
    Localização
    São Paulo
    Mensagens
    2.604
    Valeu/SFA
    Recebidos: 1.010/49
    Dados: 441/30
    Entrevista muito interessante

    Essa é a realidade

    Desmatamento afeta imagem do país e causa preocupação

    Entrevista completa: https://www.valor.com.br/brasil/6402...sa-preocupacao

    Partes mais importantes:

    O agronegócio brasileiro está preocupado com a alta do desmatamento, com a má imagem do país no exterior e quer se descolar rapidamente do segmento que pratica a ilegalidade. Os ataques do presidente Jair Bolsonaro à Europa são outra angústia. O bloco compra mais de US$ 5 bilhões ao ano de soja brasileira e "dita tendências". Nesse quadro delicado, "é questão de tempo" para um boicote a produtos do Brasil.

    Esses alertas são do goiano Marcello Brito, CEO da Agropalma e presidente da Associação Brasileira do Agronegócio (Abag). Fala em nome de um setor que responde por mais de R$ 1,2 trilhão ao ano e contribui com mais de 20% do PIB. "Vai custar caro ao Brasil reconquistar a confiança de alguns mercados internacionais."

    Para ele, o agronegócio não precisa avançar sobre as terras indígenas ("já temos terras demais), as ONGs não são o inimigo ("são mais um player da economia), a preservação custa (e os produtores deveriam ser remunerados por isso) e "a riqueza bioeconômica da Amazônia é incalculável".

    Valor: O senhor faz uma distinção em relação ao setor da economia que representa. Diz que fala em nome do agronegócio legal. Por quê?

    Marcello Brito: Faço questão de dizer isso pelo seguinte: a agricultura brasileira há 20 ou 30 anos era de baixa tecnologia e crescia por expansão de área. Em anos mais recentes, a agricultura brasileira, que é uma das mais especializadas do mundo, cresceu muitíssimo em tecnologia e em produtividade. Só que o mesmo ranço que colava no agronegócio, de desmatamento irracional, continuou no setor. Quando hoje pegamos os dados, sejam eles de qualquer ONG internacional e nacional, sejam de qualquer instituto governamental, a gente vê que o desmatamento não tem ligação com o agronegócio. Pelo menos 80% do desmatamento, alguns falam em 90%, não têm relação com o agronegócio.

    Valor: Tem ligação com quem?

    Brito: Grilagem de terra, desmatamento ilegal para madeira, agricultura familiar, comunidades locais e assentamentos. Esse pessoal está ainda ligado a desmatamento porque tem baixa tecnologia e são obrigados a fazer agricultura de rotação: derruba a mata, toca fogo, aduba o solo com cinzas. Mas, como o solo amazônico é ruim, vai produzir dois ou três anos, no máximo. Aí vai para outro lugar e fazem a mesma coisa.

    Valor: Mas qual o tamanho do agronegócio?

    Brito: Se se somar o alimento lá para dentro da porteira da fazenda e fazer toda a cadeia, com insumos e equipamentos, alimentos in natura, processamento de alimentos e contabilizado a venda no supermercado, este é um setor que movimenta mais de R$ 1,2 trilhão ao ano. Aqui não estão incluídos algodão, que é agro mas é usado para fazer roupa, cosméticos e fármacos. Na Agropalma, por exemplo, 20% da venda vai para cosméticos. É um setor muito importante para a economia e ultrapassa, em muito, o dado oficial, que é 20% do PIB.

    Valor: O sr. acha que este descredenciamento que o governo fez ao Inpe pode tirar a credibilidade do dado oficial do desmatamento do Brasil?

    Brito: Pode acontecer. Mas acredito que o dado do Prodes [que diz o desmatamento anual, do Inpe] vai confirmar os números que o Deter havia dito. Não consigo ver o Brasil alterando dados do IBGE ou de onde quer que seja.

    Valor: Até porque, com os satélites, a Amazônia é monitorada por vários sistemas.

    Brito: Exatamente. O que reclamo disso é se colocar a credibilidade do único instituto que é nosso, e que é oficial, em jogo.

    Valor: A imagem do Brasil no exterior está muito ruim. Qual o risco para os negócios?

    Brito: Esta semana dois grandes nomes da imprensa alemã [a revista "Der Spiegel" e o jornal "Die Zeit"] esboçaram em suas páginas que já é hora de começar o boicote dos produtos brasileiros. Recebi a notícia no nosso grupo do Agro [ele lê a tradução de um artigo]: "A Europa não deve ficar de braços cruzados enquanto um preconceituoso, cético da ciência, movido pelo ódio, sacrifica vastas áreas de florestas para pecuaristas e plantações de soja". Os caras já estão atacando a soja.

    Valor: E agora?

    Brito: Temos que lembrar que a Europa é um enorme comprador de produtos brasileiros. Falam: "Ah, não, é pequena". Só de soja são mais de US$ 5 bilhões ao ano. Ou seja, falar que se pode abandonar a Europa é uma bobagem. E o segundo ponto é mais importante: a Europa continua ditando as tendências do consumo mundial.

    Valor: E os chineses?

    Brito: Na abertura do nosso evento [Congresso Brasileiro do Agronegócio, no início do mês], o presidente da Cofco International [Chi Jingtao], que é o maior comprador do agro brasileiro, disse que a empresa se tornou sustentável e tem compromissos verdes. Disse que acabou de pegar um empréstimo de US$ 2,3 bilhões com contrapartida socioambiental e que vai monitorar a sua cadeia de suprimentos no mundo todo. Uma pesquisa que diz que 47% da população chinesa entre 18 e 30 anos coloca como primeiro item decisivo de compra de um produto sua rastreabilidade socioambiental.

    Valor: São os compradores do futuro.

    Brito: Exato. Uma década à frente, este é o pessoal que estará comandando o PIB chinês. A Cofco diz isso porque é uma empresa séria, que está pesquisando o mercado mundial e sabe que é isso que se quer hoje. A mesma coisa a Cargill ou a Unilever.

    Valor: E o setor está preocupado com esse discurso.

    Brito: Você não tem ideia.

    Valor: Como vão mudá-lo?

    Brito: O discurso é mudado pelo amor ou pela dor. A indústria de óleo de palma do mundo passou pela maior transformação que uma indústria do agro já passou nos últimos 15 anos por imposição do mercado. Temos que parar com esta mania de achar que o Brasil é o único produtor mundial e que, se a gente não fornecer, ninguém o fará. A lei de mercado é clara: deixe um espaço vazio e alguém vai ocupá-lo. O foco dos próximos anos não é produzir o que a gente quer, mas o que o mercado demandar.

    Valor: Este consumidor de primeira linha pensa o que sobre terras indígenas?

    Brito: Pensa que tem que continuar assim. O primeiro índice de detração negativa do Brasil no exterior, que são as matérias contrárias ao agronegócio do Brasil, é desmatamento. O segundo são os agroquímicos. O terceiro são as ameaças aos povos indígenas.

    Valor: Na percepção de vocês, é questão de tempo que parem de comprar do Brasil?

    Brito: É questão de tempo.

    Valor: O que vocês farão?

    Brito: Todo relacionamento de início é mais fácil de você construir. O relacionamento que se quebra é muito mais difícil de reconstruir. Vai custar caro ao Brasil reconquistar a confiança de alguns mercados internacionais. A Indonésia brigou, brigou, brigou [para convencer os compradores de que não desmatava]. Perdeu mais de 50% do óleo de palma que vendia na Europa há dez anos, em volume. E o óleo de palma como matéria-prima de biodiesel terá que ser retirado do mercado europeu entre 2020 e 2030.

    Valor: Isso acaba com um setor.

    Brito: A Indonésia tem o maior setor de óleos vegetais do mundo e o exemplo mostra que não adianta brigar contra mercado de consumo. É ele que dá a ordem. No mercado de alimentos, naqueles países mais desenvolvidos, em que o grau educacional é mais alto, mais e mais pessoas estarão olhando a rastreabilidade do produto que irão comprar.

    Valor: Vocês levaram anos construindo esta imagem. Ela é quebrada rapidamente?

    Brito: Muito rapidamente.

    0 Not allowed! Not allowed!
    Processador: i5 6600k Skylake | Cooler: Cooler Master Hyper 212x | Placa mãe: ASRock Fatal1ty Z170 Gaming K6 | Memória: 2x Kingston HyperX Fury DDR4 8gb 2133mhz - HX421C14FB2/8 |Placa de vídeo: Gigabyte GTX 770 WindForce OC 2 GB | HD: Western Caviar Blue 1 TB - 7200 RPM - 64 mb - SATA III | Fonte: Corsair TX750w V2 | Gabinete: NZXT Source 530 Full Tower |
    Ventoinha: 9x Cooler Master SickleFlow X 120mm / 12cm - 2000 RPM | Mouse: Logitech G502 | Teclado: Logitech Deluxe Desktop PS2 | Microfone: Zalman Zm-Mic1


Informação do Tópico

Usuários Navegando pelo Tópico

Existe(m) atualmente 1 usuário(s) navegando pelo tópico. (0 membro(s) e 1 visitante(s))

Regras de Postagem

  • Você não pode postar novos tópicos
  • Você não pode responder mensagens
  • Você não pode postar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  
  • Código BB está Funcionando
  • Smilies estão Funcionando
  • Código [IMG] está Funcionando
  • Código [VIDEO] está Funcionando
  • O código HTML está Desativado