Pgina 432 de 433 PrimeiroPrimeiro ... 332382422425426427428429430431432433 ltimoltimo
Exibindo resultados 4.311 a 4.320 de 4326

Tpico: PoliticaCentral | Poltica do Brasil - Notcias e Discusses

  1. #4311
    Avatar de brender
    Data de Registro
    Abr/2013
    Localizao
    So Paulo
    Mensagens
    2.603
    Valeu/SFA
    Recebidos: 1.010/49
    Dados: 441/30
    Proposta de Bolsonaro contra tomada de trs pinos retrocesso, diz Abinee
    https://www.tecmundo.com.br/mercado/...diz-abinee.htm

    Campanha de Jair Bolsonaro contra tomada de trs pinos coloca consumidor em risco, afirma Abinee

    https://olhardigital.com.br/noticia/...a-abinee/87103

    Segundo a entidade, a revogao do padro de tomada brasileiro um retrocesso. Alm disso, a mudana j foi assimilada pelo consumidor e uma alterao agora traria nus populao.

    A Associao Brasileira da Indstria Eltrica Eletrnica (Abinee) afirma que a campanha movida pelo governo do presidente Jair Bolsonaro contra a tomada de trs pinos um retrocesso. Em nota, a entidade alerta para os riscos de segurana decorrentes de uma eventual mudana na legislao que estabelece o terceiro pino (“fio terra”) nas tomadas e plugues, em discusso pelo governo federal.

    De acordo com a entidade, o retorno situao anterior representa um retrocesso na preveno de acidentes. Alm disso, a mudana j foi assimilada pelo consumidor e uma alterao agora traria nus populao.

    Para a Abinee, a atual discusso contraproducente. Isto porque o principal motivo para a implantao do padro brasileiro foi eliminar a possibilidade de choque eltrico com risco de morte, o funcionamento inseguro com aquecimento e risco de incndio, e as perdas de energia devido a conexes inseguras.

    A entidade afirma ainda que a mudana trouxe efeitos positivos. Entre 2000 e 2010, antes da adoo do padro, a mdia anual de acidentes fatais provocados por choques eltricos era de 1,5 mil ocorrncias. Hoje (nmeros de 2018), a mdia de 600 ocorrncias anuais, uma queda de 150%.


    Com a construo de novos edifcios com padro brasileiro de plugues e tomadas, o nmero de acidentes fatais tende a diminuir ainda mais.

    Padro adotado impede choque eltrico

    O terceiro pino nas tomadas e nos plugues tem uma razo de ser, justificada tecnicamente, pela necessidade que alguns aparelhos tm de conexes de aterramento (o chamado “fio terra”). o caso de refrigeradores, foges, ferros de passar roupa, fornos de micro-ondas, etc.


    A obrigatoriedade deve-se exigncia da Lei n 11.337/2006, alterada pela Lei 12.119/2009, que determina que todas as novas edificaes devem possuir sistema de aterramento. J os aparelhos com dupla isolao, que no devem ter conexo de aterramento, so conectados com plugue de dois pinos. Entre eles, esto barbeadores, secadores de cabelo, carregadores para telefone celular, etc.

    Alm da questo do aterramento, o prprio design da tomada evita o choque eltrico. No modelo antigo de tomada, o choque poderia ocorrer em funo do contato acidental com o pino do plugue energizado. Igualmente, o formato da tomada impede que um pino do plugue seja inserido e o outro pino energizado fique para fora, o que ocasionaria ocasionando, tambm, o choque eltrico.

    Padro brasileiro fruto de ampla discusso, afirma Abinee

    A entidade observa ainda que a implementao do padro fruto de uma ampla discusso, que remonta dcada de 1990 e teve sua ltima fase de implantao em 2011, aps um cronograma de implantao gradual. Alm do aspecto da segurana, o que motivou a escolha foi a melhor relao custo-benefcio para o consumidor, que levou em conta que 80% dos aparelhos eltricos poca eram atendidos pelo novo padro.

    O padro brasileiro foi desenvolvido no mbito da Associao Brasileira de Normas Tcnicas (ABNT). Para atender requisitos de segurana, a International Electrotechnical Commission (IEC), entidade de normalizao internacional do setor eltrico e eletrnico, sugere um padro internacional baseado na norma IEC 60083, semelhante ao desenvolvido e adotado no Brasil.

    0 Not allowed! Not allowed!
    Processador: i5 6600k Skylake | Cooler: Cooler Master Hyper 212x | Placa me: ASRock Fatal1ty Z170 Gaming K6 | Memria: 2x Kingston HyperX Fury DDR4 8gb 2133mhz - HX421C14FB2/8 |Placa de vdeo: Gigabyte GTX 770 WindForce OC 2 GB | HD: Western Caviar Blue 1 TB - 7200 RPM - 64 mb - SATA III | Fonte: Corsair TX750w V2 | Gabinete: NZXT Source 530 Full Tower |
    Ventoinha: 9x Cooler Master SickleFlow X 120mm / 12cm - 2000 RPM | Mouse: Logitech G502 | Teclado: Logitech Deluxe Desktop PS2 | Microfone: Zalman Zm-Mic1


  2. #4312
    Recursos Humanos de Belo Horizonte Avatar de RHBH
    Data de Registro
    Mar/2008
    Localizao
    So Paulo
    Mensagens
    5.821
    Valeu/SFA
    Recebidos: 2.168/649
    Dados: 648/105
    Tomada de 3 pinos... Deixa a tomada em paz... o estrago j foi feito, s instalao antiga no tem essa tomada.

    E aterramento tem que ser obrigatrio mesmo.

    0 Not allowed! Not allowed!
    Corsair Carbide 500R / Seasonic M12II EVO 850W / ASRock Z97 Extreme6 / Intel Core i7 4790K / Corsair Hydro H60 / Corsair Vengeance Pro [4x8GB] / EVGA GTX 980 / SSD Samsung 970 PRO M.2 [1TB] / SSD WD Blue M.2 [1TB] / Samsung SpinPoint F3 [2x1TB - RAID 0] / Seagate Barracuda Compute [2x4TB - RAID 1] / WD Blue [500GB] / Creative Sound Blaster Z / Edifier C2 30W / Logitech G PRO Headset / Corsair Glaive Mice / Corsair K70 MK2 Keyboard / Corsair MM300 Mousepad / LG 34" Ultrawide 144Hz

  3. #4313
    Avatar de brender
    Data de Registro
    Abr/2013
    Localizao
    So Paulo
    Mensagens
    2.603
    Valeu/SFA
    Recebidos: 1.010/49
    Dados: 441/30
    Namorada de senador ganha cargo pblico e promovida em menos de um ms
    Senador demite namorada, mas ela recontratada com aumento salarial. Parlamentar mobiliza equipe jurdica do Senado Federal para provar que "namoro no parentesco"


    https://www.pragmatismopolitico.com....os-do-val.html









    Contratada como assessora parlamentar do gabinete do senador Marcos do Val (PPS-ES), Brunella Poltronieri Miguez, atual namorada do parlamentar, foi promovida com aumento de salrio, exonerada e recontratada para outro cargo na Casa. Todas essas mudanas aconteceram entre janeiro e maio deste ano, de acordo com o site Metrpoles.

    Brunella comeou a trabalhar em janeiro como assistente parlamentar no gabinete do senador ganhando quase R$ 9 mil. Em menos de um ms, foi promovida e passou a receber R$ 13,5 mil. Aps trs meses, ela foi demitida por Do Val e ele alegou que se apaixonou pela ex-funcionria, sendo esse o motivo da dispensa.

    Vinte dias depois, no entanto, a advogada foi nomeada para ocupar o cargo de secretria parlamentar na diretoria-geral do Senado. Agora, a namorada do senador trabalha como consultora legislativa e ganha cerca de R$ 11 mil por ms.

    Antes de conhecer o senador, Brunella Poltronieri trabalhava no Instituto de Pesos e Medidas do Estado do Esprito Santo (Ipem-ES), com um salrio de R$ 2.300

    “Quando comecei a despertar o interesse por ela, entrei em conflito comigo. No sabia o que era ilegal ou imoral”, justifica o senador Marcos do Val. Para que Brunella no ficasse desamparada, o senador conversou com “amigos do Senado” e conseguiu realoc-la.

    Marcos do Val afirma que comeou a namorar Brunella h apenas um ms, mas publicaes em suas redes sociais mostram que seus seguidores j desconfiavam da relao desde janeiro.

    Na poca, nos primeiros dias de mandato, o senador rebateu algumas das insinuaes. “Agradeo os elogios [ minha assessora], mas entendo que a mulher deve ocupar cargos e espaos de poder por sua competncia, e no por sua beleza. Ela tem ps-graduao em Direito e est terminando o mestrado”, escreveu Do Val.

    Advogados do Senado
    A pedido de Marcos do Val, uma equipe de advogados do Senado trabalhou com afinco para elaborar um documento de 14 pginas no qual a equipe jurdica da Casa concluiu que “namoro no parentesco”.
    O documento assinado pelos advogados Tairone Messias Rosa, Asael Souza e Fernando Cesar Cunha, este ltimo advogado-geral do Senado.

    A equipe jurdica da Casa foi mobilizada pelo senador, queria provar que no existe nepotismo no fato dele ter conseguido que sua namorada ascendesse em cargos pblicos no Senado.

    A assessoria do senador reafirma que Do Val exonerou a namorada assim que se apaixonou por ela e comeou o relacionamento. O parecer jurdico foi pedido pelo senador na manh desta segunda-feira (17) e saiu em menos de 24 porque recebeu “indicao de urgncia”.


    Senador demite namorada, mas ela recontratada (e com aumento)
    Marcos do Val afirma que, quando se apaixonou pela funcionria, a exonerou do gabinete. Mas pediu a "amigos no Senado" outra vagas

    https://correiodesantamaria.com.br/n...-e-com-aumento

    Senador em primeiro mandato, Marcos do Val (Cidadania-ES) demitiu a assistente parlamentar Brunella Poltronier Miguez do seu gabinete no Congresso Nacional no dia 24 de abril. poca, a advogada ganhava pouco mais de R$ 8 mil para trabalhar no Senado Federal.

    Contratada pelo parlamentar do Esprito Santo em sua base estadual, Brunella havia recebido um aumento de cerca de R$ 3 mil, 20 dias aps ser efetivada no cargo. No entanto, acabou demitida por do Val recentemente. O motivo, segundo ele: os dois se apaixonaram.

    O senador explicou ao Metrpoles que a relao entre eles era puramente profissional no momento da contratao da servidora. “Quando eu comecei a despertar o interesse por ela entrei em conflito comigo. No sabia o que era ilegal ou imoral”, afirma o parlamentar.

    Assim, desde o dia 14 de maio, Brunella trabalha na Diretoria-Geral do Senado como consultora legislativa. No local, ganhou mais um aumento: atualmente, ela recebe exatos $ 10.805,49. Antes de conhecer o senador, no entanto, a advogada trabalhava no Instituto de Pesos e Medidas do Estado do Esprito Santo, com um salrio de R$ 2.300. A reportagem mandou mensagem advogada, que no respondeu at a publicao da reportagem. O espao continua aberto a manifestaes.

    https://www.metropoles.com/brasil/po...-e-com-aumento

    “Eu fiquei pisando em ovos, at que eu pedi permisso ao pai dela para namor-la. Ele falou que podia, mas me disse que no seria legal a gente trabalhar junto”, contou Do Val reportagem. No entanto, para que Brunella no ficasse desamparada, o senador conversou com “amigos do Senado” e conseguiu realoc-la. “Me disseram que, se ela fosse competente e tivesse um bom currculo, avisariam de vagas. E foi o que aconteceu”, completa.

    Assim, desde o dia 14 de maio, Brunella trabalha na Diretoria-Geral do Senado como consultora legislativa. No local, ganhou mais um aumento: atualmente, ela recebe exatos $ 10.805,49. Antes de conhecer o senador, no entanto, a advogada trabalhava no Instituto de Pesos e Medidas do Estado do Esprito Santo (Ipem-ES), com um salrio de R$ 2.300. A reportagem mandou mensagem advogada, que no respondeu at a publicao da reportagem. O espao continua aberto a manifestaes.

    Eu no intervi para a contratao dela, no disse que tinham que contratar porque era minha namorada. Eles no sabem disso. Na verdade, quem est sabendo da nossa relao agora so vocs e minha chefe de gabinete

    https://www.metropoles.com/brasil/po...ber-do-romance

    “Davi Alcolumbre foi comunicado pelo senador Marcos do Val da contratao da servidora em questo sem qualquer meno vida pessoal do parlamentar. O apoio de Davi Alcolumbre contratao confiou na discricionariedade de Marcos do Val em defender a nomeao de uma servidora com a capacidade profissional e qualificao tcnica suficientes para o exerccio da atividade contratada. Alm disso, o currculo da servidora foi avaliado e aprovado pelo setor que ocupa atualmente, sendo em cargo comissionado de livre provimento, sem qualquer contrapartida do senador capixaba e sem qualquer ilegalidade registrada” disse o presidente do Senado, em nota.

    Segundo ele, aps uma consulta ao Senado Federal, descobriu que no seria ilegal mant-la em seu gabinete, j que relaes de namoro no so caracterizadas formalmente como nepotismo. Mas, “para evitar qualquer resqucio de imoralidade”, Do Val conta que escolheu exonerar a ento assistente parlamentar. Na sequncia, pediu a amigos da Casa para avis-lo sobre uma vaga para o perfil da namorada. Um desses amigos foi o presidente Davi Alcolumbre.


    - - - Atualizado - - -


    0 Not allowed! Not allowed!
    Processador: i5 6600k Skylake | Cooler: Cooler Master Hyper 212x | Placa me: ASRock Fatal1ty Z170 Gaming K6 | Memria: 2x Kingston HyperX Fury DDR4 8gb 2133mhz - HX421C14FB2/8 |Placa de vdeo: Gigabyte GTX 770 WindForce OC 2 GB | HD: Western Caviar Blue 1 TB - 7200 RPM - 64 mb - SATA III | Fonte: Corsair TX750w V2 | Gabinete: NZXT Source 530 Full Tower |
    Ventoinha: 9x Cooler Master SickleFlow X 120mm / 12cm - 2000 RPM | Mouse: Logitech G502 | Teclado: Logitech Deluxe Desktop PS2 | Microfone: Zalman Zm-Mic1


  4. #4314
    Avatar de brender
    Data de Registro
    Abr/2013
    Localizao
    So Paulo
    Mensagens
    2.603
    Valeu/SFA
    Recebidos: 1.010/49
    Dados: 441/30
    S falta agora ataque terrorista no Brasil por causa dessa ideia de embaixada do Bolsonaro...

    https://istoe.com.br/cerco-aos-hackers/

    Mas por que os bilionrios irmos Nikolai e Pavel Durov, do Telegram, se aliariam a Snowden e Slavic na tentativa de desqualificar a principal operao de combate corrupo da histria recente do Brasil? Agentes da PF colheram informaes que os levam a crer que os Durov, atualmente abrigados em Dubai, podem ter agido com motivaes puramente ideolgicas. Adeptos do isl, eles teriam ficado enfurecidos com a proverbial predileo do presidente Jair Bolsonaro por Israel em detrimento aos rabes. Em abril, depois de recebido com honras pelo premi Benjamin Netanyahu, o presidente anunciou a criao de um escritrio de negcios em Jerusalm “para a promoo de comrcio, investimentos e intercmbio” bilaterais. Netanyahu saudou a abertura de um gabinete brasileiro na cidade e pediu que aquele fosse o primeiro passo para a abertura da embaixada brasileira em Jerusalm – o que provocou a ira dos islmicos e, consequentemente, dos Durov. Bolsonaro, ao alcanar o poder, foi o principal beneficirio da Lava Jato, conduzida por Moro. Desmoralizar o juiz e a Lava Jato significaria enfraquecer o bolsonarismo e trazer a esquerda lulista de volta ao jogo. Confirmada a tese, Greenwald teria sido a ponta final da operao comandada pelo trio Snowden, Slavic e Durov.


    0 Not allowed! Not allowed!
    Processador: i5 6600k Skylake | Cooler: Cooler Master Hyper 212x | Placa me: ASRock Fatal1ty Z170 Gaming K6 | Memria: 2x Kingston HyperX Fury DDR4 8gb 2133mhz - HX421C14FB2/8 |Placa de vdeo: Gigabyte GTX 770 WindForce OC 2 GB | HD: Western Caviar Blue 1 TB - 7200 RPM - 64 mb - SATA III | Fonte: Corsair TX750w V2 | Gabinete: NZXT Source 530 Full Tower |
    Ventoinha: 9x Cooler Master SickleFlow X 120mm / 12cm - 2000 RPM | Mouse: Logitech G502 | Teclado: Logitech Deluxe Desktop PS2 | Microfone: Zalman Zm-Mic1


  5. #4315
    Avatar de brender
    Data de Registro
    Abr/2013
    Localizao
    So Paulo
    Mensagens
    2.603
    Valeu/SFA
    Recebidos: 1.010/49
    Dados: 441/30

    0 Not allowed! Not allowed!
    Processador: i5 6600k Skylake | Cooler: Cooler Master Hyper 212x | Placa me: ASRock Fatal1ty Z170 Gaming K6 | Memria: 2x Kingston HyperX Fury DDR4 8gb 2133mhz - HX421C14FB2/8 |Placa de vdeo: Gigabyte GTX 770 WindForce OC 2 GB | HD: Western Caviar Blue 1 TB - 7200 RPM - 64 mb - SATA III | Fonte: Corsair TX750w V2 | Gabinete: NZXT Source 530 Full Tower |
    Ventoinha: 9x Cooler Master SickleFlow X 120mm / 12cm - 2000 RPM | Mouse: Logitech G502 | Teclado: Logitech Deluxe Desktop PS2 | Microfone: Zalman Zm-Mic1


  6. #4316
    Avatar de brender
    Data de Registro
    Abr/2013
    Localizao
    So Paulo
    Mensagens
    2.603
    Valeu/SFA
    Recebidos: 1.010/49
    Dados: 441/30
    E a gente quem paga essa brincadeira...

    Marcos do Val levou namorada que empregou no Senado em viagem de R$ 50 mil aos EUA

    https://www.metropoles.com/brasil/po...50-mil-aos-eua



    Entre os dias 25 de abril e 5 de maio, o senador Marcos do Val (Cidadania-ES) esteve nos Estados Unidos bancado pelo Senado. Segundo a Casa, o parlamentar viajou em misso oficial para o pas, visitando o estado do Texas e a capital, Washington (DC), enquanto vice-presidente da Comisso de Relaes Exteriores.

    Com ele, viajaram um assessor parlamentar, Fernando Pereira Carvalho, e a namorada de do Val, a hoje consultora legislativa do Senado Brunella Poltronier Miguez – que, at a vspera da viagem, era contratada como assessora no gabinete do prprio senador, e foi exonerada exatamente no dia anterior ao embarque.

    Embora a ida de Brunella no tenha onerado diretamente o Senado, com dirias e passagens especificamente pagas para a ida dela, os cofres pblicos acabaram indiretamente custeando ao menos parte da trip norte-americana da advogada, via dirias de hospedagem e alimentao do senador.

    Brunella foi exonerada por ele do cargo que ocupava em seu gabinete apenas um dia antes de embarcar para os Estados Unidos. O voo da advogada no foi bancado com dinheiro pblico, mas o gasto do casal em hotis nos Estados Unidos foi integralmente pago pelo Senado, bem como os custos com alimentao.

    Limbo legal

    O senador aproveitou uma espcie de vcuo na regulamentao interna. Se Brunella fosse uma familiar assim legalmente definida – cnjuge, me, filha ou outra parentesco direto -, para que pudesse usufruir da verba pblica durante a viagem acompanhando um senador, a ida teria que receber autorizao do plenrio da Casa.

    Namorada, porm, no se enquadra no caso.
    Tivesse continuado empregada como assessora, teria que ser autorizada por um ato administrativo do presidente do Senado – a exemplo do que ocorreu com Fernando Pereira Carvalho. Ela tambm no se enquadrava mais nisso por ter sido exonerada um dia antes do embarque. Com essa espcie de limbo legal, no havia nada especificamente autorizando ou proibindo a ida de Brunella. E ela foi, como parte de um casal.

    0 Not allowed! Not allowed!
    Processador: i5 6600k Skylake | Cooler: Cooler Master Hyper 212x | Placa me: ASRock Fatal1ty Z170 Gaming K6 | Memria: 2x Kingston HyperX Fury DDR4 8gb 2133mhz - HX421C14FB2/8 |Placa de vdeo: Gigabyte GTX 770 WindForce OC 2 GB | HD: Western Caviar Blue 1 TB - 7200 RPM - 64 mb - SATA III | Fonte: Corsair TX750w V2 | Gabinete: NZXT Source 530 Full Tower |
    Ventoinha: 9x Cooler Master SickleFlow X 120mm / 12cm - 2000 RPM | Mouse: Logitech G502 | Teclado: Logitech Deluxe Desktop PS2 | Microfone: Zalman Zm-Mic1


  7. #4317
    Avatar de brender
    Data de Registro
    Abr/2013
    Localizao
    So Paulo
    Mensagens
    2.603
    Valeu/SFA
    Recebidos: 1.010/49
    Dados: 441/30
    'BOLSONARO MINHA MAIOR DECEPO', CRITICA A METRALHADORA FROTA

    https://epoca.globo.com/guilherme-am...frota-23817743

    Olavo de Carvalho ainda apita no governo?
    No apita no Congresso, mas na famlia Bolsonaro, sim. Sabe o Menino Maluquinho? Ento, o Olavo o Velhinho Maluquinho. Tinha de botar uma panela na cabea dele para ficar igual. um charlato que consegue fazer com que os Bolsonaro ouam mais ele do que os amigos que correram com o Jair desde o comeo. O presidente a pessoa que poderia encerrar essa histria. Ele ouviu isso de todo mundo.

    Como anda sua relao com o presidente?
    foi melhor. Um dia desses ele at me mandou calar a boca. Eu tambm acho que Jair fala muito. Voc v, ele arrancou um dente agora, ficou trs dias sem dizer nada, e a gente ficou trs dias sem problema.

    E o ministrio de Bolsonaro, vai bem?
    O que mais me chama a ateno o Ministrio das Relaes Exteriores. Acho que o Brasil merecia um chanceler de mais alto nvel que o Ernesto Arajo. Estou louco para ver o que esse pessoal vai dizer quando o Jair colocar os ps na China, no ms que vem. Prometo que vou estar l na porta do avio para ver a cara do Ernesto e daquele Filipe Martins (assessor internacional da Presidncia), que o Louro Jos do Olavo de Carvalho e fica no ombro do presidente 24 horas por dia.

    Alexandre Frota: ‘O Jair fala demais’
    O ex-ator porn que virou deputado pelo PSL dispara crticas contra Bolsonaro e os filhos e diz que no jogo do Congresso no d para ficar 'magoadinho'


    Que pessoas mais te decepcionaram?
    Eu aprendi muito cedo na Cmara que voc no tem muito tempo para se decepcionar com as pessoas. Mas quem mais me decepcionou, com toda a certeza, foi o Bolsonaro.

    Que conselho o senhor daria a Jair Bolsonaro?
    Bolsonaro precisa olhar um pouco para trs, para as coisas que ele prometeu. Quero que ele termine o mandato e acerte. Mais do que tudo, o Brasil precisa andar. No estou mais preocupado com o que o Bolsonaro vai fazer ou no. S no quero que ele erre.

    https://veja.abril.com.br/politica/a...r-fala-demais/


    0 Not allowed! Not allowed!
    Processador: i5 6600k Skylake | Cooler: Cooler Master Hyper 212x | Placa me: ASRock Fatal1ty Z170 Gaming K6 | Memria: 2x Kingston HyperX Fury DDR4 8gb 2133mhz - HX421C14FB2/8 |Placa de vdeo: Gigabyte GTX 770 WindForce OC 2 GB | HD: Western Caviar Blue 1 TB - 7200 RPM - 64 mb - SATA III | Fonte: Corsair TX750w V2 | Gabinete: NZXT Source 530 Full Tower |
    Ventoinha: 9x Cooler Master SickleFlow X 120mm / 12cm - 2000 RPM | Mouse: Logitech G502 | Teclado: Logitech Deluxe Desktop PS2 | Microfone: Zalman Zm-Mic1


  8. #4318
    Avatar de brender
    Data de Registro
    Abr/2013
    Localizao
    So Paulo
    Mensagens
    2.603
    Valeu/SFA
    Recebidos: 1.010/49
    Dados: 441/30
    O amor lindo e rola solto no Senado
    custa do contribuinte, claro


    https://veja.abril.com.br/blog/nobla...lto-no-senado/

    Por duas vezes, o site Metrpoles, do empresrio Luiz Estevo de Oliveira, o primeiro senador brasileiro a ser cassado e depois condenado por corrupo, flagrou o carro oficial do senador Iraj Abreu (PSD-TO) buscando uma mulher em uma academia de luxo no Lago Sul, em Braslia.

    Descobriu que a namorada dele, Nicole Guedes, modelo e influenciadora digital. Ela funcionria lotada no gabinete do senador Srgio Peteco (AC), tambm do PSD. Mas o site telefonou duas vezes para o gabinete pedindo para falar com Nicole. E soube que ningum com esse nome trabalha por l.


    https://www.metropoles.com/brasil/po...-de-expediente
    Das Maldivas a NY: comissionada, namorada de senador viaja em dias de expediente
    Ex-Miss Cuiab e influenciadora digital, Nicole Guedes foi contratada recentemente e no precisa bater ponto para comprovar frequncia


    Ela foi contratada em 11 de abril do ano passado. poca, estava no Catar, em mais uma viagem do senador a servio do Congresso. Sua remunerao bruta para trabalhar com Peteco de R$ 5.735,93, mas ela dispensada de bater ponto, segundo a direo do Senado. Nicole e Iraj pretendem casar em breve. Peteco ser padrinho.


    https://www.metropoles.com/brasil/po...io-de-r-12-mil
    Vice-lder do PT empregou namorada no Senado com salrio de R$ 12 mil
    Jornalista j estava com Rogrio Carvalho ao ser comissionada em seu gabinete. Foi recolocada na Liderana da Minoria, com aumento


    H outro casamento vista no Senado. o da jornalista Candisse Matos Correia com o senador Rogrio Carvalho (PT-SE). Em fevereiro ltimo, segundo o Metrpoles, Candisse foi contratada como assistente parlamentar do senador, que vice-lder do PT no Senado. Ficou no cargo por um ms apenas.

    A pedido de Carvalho, para evitar mal entendidos, ela foi transferida um ms depois para o gabinete da Liderana da Minoria no Congresso. Seu salrio passou de R$ 12 mil e uns quebrados para R$ 13.494,42. H um ms, dada s “pretenses futuras” do casal, ela pediu para ser exonerada. Ainda no foi. Essas coisas demoram.

    Dois meses antes de Candisse pedir para sair, o senador Marcos do Val (Cidadania-ES) demitiu do seu gabinete a assistente parlamentar Brunella Poltronier Miguez. Ela trabalhava para o senador em Vitria. Recebia R$ 8 mil. Por ser uma funcionria exemplar, ganhara um aumento de R$ 3 mil com menos de 20 dias na funo.

    Por que foi demitida? Porque o senador se apaixonou por ela e ela por ele. “Quando comecei a despertar o interesse por ela, entrei em conflito comigo. No sabia o que era ilegal ou imoral”, contou o senador ao site. Na dvida, dispensou-a. E para ajud-la, informou aos colegas que Brunella carecia de um emprego.



    https://epoca.globo.com/namoro-nao-p...eacao-23746306
    'NAMORO NO PARENTESCO', DIZ PARECER DO SENADO SOBRE NOMEAO

    No que a Diretoria-Geral do Senado precisava de um funcionrio com os atributos de Brunella? Pois ali, desde maio passado, ela ganha R$ 10.805,49. Saiu no lucro. Brunela e o senador podero se casar sem nenhum drama de conscincia. Davi Alcolumbre (DEM-AP), presidente do Senado, est cotado para padrinho.

    0 Not allowed! Not allowed!
    Processador: i5 6600k Skylake | Cooler: Cooler Master Hyper 212x | Placa me: ASRock Fatal1ty Z170 Gaming K6 | Memria: 2x Kingston HyperX Fury DDR4 8gb 2133mhz - HX421C14FB2/8 |Placa de vdeo: Gigabyte GTX 770 WindForce OC 2 GB | HD: Western Caviar Blue 1 TB - 7200 RPM - 64 mb - SATA III | Fonte: Corsair TX750w V2 | Gabinete: NZXT Source 530 Full Tower |
    Ventoinha: 9x Cooler Master SickleFlow X 120mm / 12cm - 2000 RPM | Mouse: Logitech G502 | Teclado: Logitech Deluxe Desktop PS2 | Microfone: Zalman Zm-Mic1


  9. #4319
    Avatar de brender
    Data de Registro
    Abr/2013
    Localizao
    So Paulo
    Mensagens
    2.603
    Valeu/SFA
    Recebidos: 1.010/49
    Dados: 441/30
    Ir pede informaes ao Itamaraty sobre navios parados em Paranagu (PR)
    Segundo fontes, o diplomata perguntou o que o governo brasileiro est fazendo para ajudar na soluo do problema


    https://oglobo.globo.com/mundo/ira-p...ua-pr-23826932



    BRASLIA — O embaixador do Ir no Brasil, Seyed Ali Saghaeyan , foi ao Itamaraty , nesta tera-feira, para saber que providncias esto sendo tomadas pelo governo brasileiro que ajudem a resolver o impasse envolvendo dois navios iranianos que esto atracados desde o incio de junho no porto de Paranagu (PR). A Petrobras se recusa a abastecer as embarcaes, uma delas j carregada de milho, sob a alegao de que poderia sofrer sanes dos Estados Unidos. Os navios trouxeram ureia importada para o Brasil e o produto, que foi descarregado no ms passado, faz parte da lista de restries impostas por Washington ao comrcio com Teer.

    A questo foi discutida com o secretrio de negociaes bilaterais no Oriente Mdio, Europa e frica do Ministrio das Relaes Exteriores, Kenneth Flix Haczynski da Nbrega. Uma fonte que acompanha o assunto revelou que o diplomata iraniano comentou que Teer tem vrias dvidas a respeito de como o governo brasileiro est se movimentando para a resolver o problema — segundo ele, bastante incomum nas relaes comerciais bilaterais. Seyed Ali Saghaeyan teria deixado o Itamaraty sem uma resposta concreta.

    Os navios foram fretados pela empresa brasileira Eleva e deveriam voltar ao Ir com 100 mil toneladas de milho, depois de deixar no Brasil a ureia importada. Esse tipo de operao se chama "comrcio compensado", por no envolver pagamento iraniano. A Eleva argumenta que as embarcaes entraram legalmente no Brasil e que comprou o produto de firmas que no esto na lista de entidades sancionadas pelos EUA.

    A deciso final ser tomada no Supremo Tribunal Federal, ao qual a Petrobras recorreu, depois que a Eleva obteve uma liminar na Justia do Paran obrigando a estatal a fornecer o combustvel. Na ltima sexta-feira, a procuradora-geral da Repblica, Raquel Dodge, deu um parecer favorvel Petrobras na disputa, dizendo que a Eleva teria alternativas para abastecer os navios.

    EUA alertaram governo brasileiro contra importao de ureia do Ir
    Washington informou que empresas e portos podem ser sancionados; alerta envolve o caso de navios parados em Paranagu porque a Petrobras se recusa a abastec-los


    https://oglobo.globo.com/mundo/eua-a...o-ira-23825296

    BRASLIA E RIO - O governo brasileiro foi alertado h cerca de trs semanas pelo governo americano de que a importao do fertilizante ureia do Ir est sob restries impostas pelos Estados Unidos , e que empresas brasileiras, incluindo portos, que ajudem a viabilizar o comrcio do produto estaro sujeitas a sanes .

    O alerta envolve o caso dos dois navios iranianos , o Termeh e o Bavand, que esto parados desde o incio de junho no porto de Paranagu , impedidos de zarpar porque a Petrobras se recusa a abastec-los, alegando que pode ser alvo de punies de Washington.

    Os navios foram fretados pela empresa brasileira Eleva e a carga de ureia que trouxeram do Ir j foi descarregada no ms passado. Eles deveriam voltar ao pas persa levando 100 toneladas de milho — o Ir o quinto maior importador dessa commodity brasileira. A operao classificada como “comrcio compensado”, por no envolver pagamento iraniano em dinheiro, j que Teer est com reservas reduzidas por causa das sanes aplicadas pelos EUA desde que abandonaram unilateralmente, em maio de 2018, o acordo nuclear assinado entre as principais potncias e o pas do Golfo Prsico.

    A Eleva afirma que as embarcaes entraram legalmente no Brasil e que comprou a ureia de empresas iranianas que no esto na lista de entidades sancionadas pelos Estados Unidos. Por isso, diz, no havia necessidade de pedir uma licena especial a Washington.

    — A Eleva, empresa brasileira e no sancionada, est tentando comprar combustvel para concluir a exportao de milho que, por ser alimento, no sujeito a qualquer tipo de sano — disse ao GLOBO o advogado Rodrigo Cotta, do escritrio Kincaid Mendes Vianna Advogados, que representa a empresa.

    O impasse sobre o abastecimento dos navios est no Supremo Tribunal Federal, ao qual a Petrobras recorreu depois que a Eleva obteve uma liminar na Justia do Paran obrigando a estatal a fornecer o combustvel.

    Ontem, a empresa pediu ao STF que intime a Petrobras a apresentar, em 24 horas, a lista de empresas brasileiras que tm o combustvel IFO 380, usado pelos navios iranianos. No processo, a Petrobras havia indicado que uma nica empresa estaria apta a fornecer o combustvel em Paranagu: a Refinaria de Petrleo Riograndense, que, segundo a Eleva, informou no ter estoque do produto.

    Na noite de sexta-feira, a procuradora-geral da Repblica, Raquel Dodge, deu um parecer favorvel Petrobras na disputa, dizendo que a Eleva teria alternativas para abastecer os navios. No parecer, Dodge citou um argumento recebido do Itamaraty de que o abastecimento pela Petrobras poderia causar prejuzo a "relaes diplomticas estratgicas" do Brasil.

    Uma das preocupaes do governo brasileiro com a Petrobras. No processo no STF, a estatal alega que correria o risco de bloqueio de ativos, queda das aes na Bolsa americana e antecipao da cobrana de uma dvida de US$ 78 bilhes. Ao negar o abastecimento em junho, a estatal se antecipou ao alerta do governo americano, que pressiona contra novas operaes comerciais do tipo.

    Nesta segunda-feira, a Petrobras foi alm e afirmou que vai adotar o mesmo procedimento em todos os casos envolvendo navios includos na lista de entidades sancionadas pelos Estados Unidos, mesmo que o comrcio no envolva a ureia. A estatal disse que, at agora, no recebeu nenhum outro pedido de abastecimento de navios iranianos.

    Prejuzos comerciais
    O impasse envolvendo os navios em Paranagu poder afetar a balana comercial brasileira, que em 2018 teve um supervit superior a US$ 2,5 bilhes com o Ir. Representantes do setor privado que fazem negcios com o pas persa dizem que o Brasil corre o risco de perder mercado para outros fornecedores, como Ucrnia, Rssia e Cazaquisto. A venda de carne bovina congelada e fresca do Brasil j foi afetada pela falta de dinheiro enfrentada pelo Ir, e teve queda de 43% em 2018, em comparao ao ano anterior.


    — Chegou o momento de o Brasil mostrar que um pas neutro, independente e mais humano — afirmou a presidente da Cmara de Comrcio e Investimentos Brasil- Ir, Romana Dovganyuk, que chamou de desumano o fato de o governo brasileiro deixar os navios sem condies de zarpar. — No estamos levando brinquedos, petrleo ou produtos petroqumicos. Estamos levando comida. O Ir tem 70 milhes de pessoas que precisam comer.

    O presidente da Associao de Comrcio Exterior do Brasil (AEB), Jos Augusto de Castro, lembrou que o comrcio com os iranianos complexo e, em boa parte dos casos, as operaes so feitas atravs de terceiros pases, em regime de triangulao. que as instituies financeiras, temendo problemas com Banco Central americano, no financiam diretamente as exportaes e as importaes, mesmo que os produtos envolvidos no estejam submetidos a sanes.

    — Se o Brasil um pas neutro, abastecemos o Ir. Mas o Brasil no pode adotar sua neutralidade, porque os EUA no permitem.

    Tcnicos do governo brasileiro, minimizaram o problema, dizendo que pontual, concentrado na ureia. J uma fonte da rea econmica comentou que no interesse do Brasil hoje manter uma parceria com o Ir, que seria “um pria internacional”. J as relaes com os EUA, disse, so prioridade.

    O Brasil fornece ao Ir principalmente soja, milho e carne. Importa entre US$ 5 milhes e US$ 15 milhes em tapetes, pistache e porcelana. No caso da ureia, h grande dependncia do agronegcio brasileiro do produto importado, da ele ter sido usado como soluo para manter vivo o comrcio bilateral, no sistema que no envolve pagamentos internacionais.

    Procurado, o Itamaraty no comentou o assunto, alegando que o processo est em segredo de Justia.

    Entenda o impasse que impede o abastecimento de dois navios iranianos no Brasil
    Petrobras afirma que pode sofrer retaliaes se fornecer combustvel s embarcaes, que esto na lista de sanes dos EUA; empresa responsvel pela exportao diz que no h problemas legais


    https://oglobo.globo.com/mundo/enten...rasil-23824128


    Sem combustvel, navio iraniano Bavand aguarda fim de impasse perto do porto de Paranagu (PR). O capito do outro navio parado, o Termeh, disse que a tripulao est com o moral "cada vez mais baixo" e cita falta de gua e alimentos a bordo Foto: HEULER ANDREY / AFP

    RIO — Parados desde o comeo de junho a cerca de 20 km do porto de Paranagu (PR) , os navios de bandeira iraniana Bavand e Termeh aguardam o fim de um impasse para saber quando e se conseguiro ser reabastecidos e seguir viagem rumo ao Ir .

    Os dois foram contratados pela empresa brasileira Eleva Qumica Ltda. para trazer do Ir uma carga de ureia , fertilizante agrcola, e para levar ao pases do Golfo Prsico uma carga de milho avaliada em cerca de R$ 100 milhes. Os carregamentos de ureia j foram desembarcados, e o Bavand foi carregado com 50 mil toneladas de milho, enquanto o Termeh aguarda para receber a mesma quantidade do produto agrcola.

    Ao pedir o abastecimento dos navios de modo que eles pudessem seguir viagem, a Eleva recebeu a informao de que a Petrobras no forneceria o combustvel.

    A estatal alega que os dois navios so alvo de sanes dos EUA contra o Ir, adotadas depois que Washington abandonou o acordo nuclear com o pas persa, em maio do ano passado. Essas medidas atingem vrios setores da economia iraniana, incluindo o financeiro, o petrolfero e o de transportes martimos.

    As medidas tentam impedir que cidados e empresas baseadas nos EUA, alm de empresas de outros pases com presena no sistema econmico americano, negociem com qualquer uma das pessoas e entidades includas na lista de sanes, mantida pelo Escritrio de Controle de Ativos Estrangeiros ( Ofac ), ligado ao Departamento do Tesouro. O Ofac tambm o responsvel por garantir o cumprimento das medidas e, eventualmente, punies.

    Quem for considerado culpado pode sofrer represlias que vo do cancelamento de vistos ao congelamento de bens em territrio americano, podendo chegar prpria incluso na lista do Ofac. Nos ltimos anos, houve vrios casos de empresas de fora dos EUA que foram punidas por negociar com instituies e pessoas presentes na lista de sanes americanas a diferentes pases.

    A Petrobras teme que a simples associao a embarcaes atingidas pelas sanes possa ter efeitos em suas operaes nos EUA e por isso se recusa a fornecer o combustvel, algo que refutado pela Eleva. A empresa exportadora chegou a conseguir duas liminares no Tribunal de Justia do Paran, mas a Petrobras recorreu ao Supremo Tribunal Federal e as liminares foram suspensas pelo presidente do tribunal, Dias Toffoli. Uma deciso definitiva da corte aguardada a qualquer momento.

    O impasse expe como a poltica de sanes dos EUA est sujeito a diferentes interpretaes. Entenda as diferenas de posies entre a Petrobras e a Eleva:

    A Petrobras corre risco de sanes se abastecer os navios?
    Petrobras: a estatal alega que, caso venha a fornecer o combustvel, corre o risco de bloqueio de ativos, queda das aes na Bolsa americana e antecipao da cobrana de uma dvida de US$ 78 bilhes nos EUA. Os dois navios esto na lista do Ofac e chegaram ao pas carregados com ureia, produto que estaria sujeito a sanes. Pareceres da Procuradoria Geral da Unio e da Advocacia Geral da Unio aceitaram o argumento da estatal e disseram que ela no pode ser obrigada a fornecer o combustvel.

    Eleva: segundo a empresa, ela, e no a Sepid Shipping Company (dona dos navios tambm includa na lista de sanes do Ofac) que est requisitando o combustvel e vai pagar por ele. Na prtica, segundo a Eleva, a Petrobras est fornecendo combustvel para uma empresa brasileira e que no alvo de aes americanas.

    H alternativas para o abastecimento dos navios?
    Petrobras: A estatal afirma que h outros fornecedores no porto de Paranagu que poderiam abastecer os navios. Isso mostra que no existe uma proibio especfica ao abastecimento, e que a conduta da estatal reflete dvidas sobre a abrangncia das sanes. Em 2010, a Iran Air afirmou que empresas de combustvel em aeroportos na Europa estavam se recusando a abastecer seus avies, mesmo com os governos locais dizendo que no havia qualquer proibio.

    Eleva: a empresa reconhece que h outro fornecedor de combustvel no porto de Paranagu, porm ele no tem o tipo usado pelos navios, o IFO 380 . Segundo a Eleva, as embarcaes no funcionam com o leo diesel hoje disponvel no local. H ainda uma alternativa, a operao “ ship to ship ”, que envolve a transferncia de combustvel de uma embarcao para outra. A opo tambm considerada invivel pela Eleva, que alega serem altos os riscos envolvidos, uma vez que os navios esto sem combustvel para realizar as manobras necessrias, alm de questes envolvendo a legislao brasileira.

    As importaes de ureia violam as sanes, como alegam os EUA?
    Petrobras: a estatal argumenta que a ureia um produto cujas exportaes pelo Ir esto sob restries dos EUA. At o incio de maio deste ano, vrios pases que importavam o produto recebiam permisses dos americanos para seguir com as transaes sem serem punidos. Mas desde ento o Departamento do Tesouro parou de emitir essas licenas, pondo o produto, usado como fertilizante, dentro do escopo das exportaes iranianas sujeitas a questionamentos pelo Ofac. Segundo o Banco Mundial, o Ir responde por 6% das exportaes globais de ureia.

    Eleva: a empresa afirma que a ureia, na sua forma granulada, um insumo agrcola, de utilizao rotineira e que no oferece qualquer risco. Alm disso, ela diz que a Petrobras no estaria viabilizando a importao de ureia, uma vez que a carga j est no Brasil, j foi desemcarcada dos dois navios e tem todas autorizaes requisitadas. A Eleva ainda refora que o produto foi adquirido de uma empresa iraniana que no aparece na lista de sanes da Ofac e que ela prpria tambm no alvo de medidas do Departamento do Tesouro. Por fim, a Eleva diz que a aplicao das sanes a entidades de terceiros pases " altamente especulativa ".

    0 Not allowed! Not allowed!
    Processador: i5 6600k Skylake | Cooler: Cooler Master Hyper 212x | Placa me: ASRock Fatal1ty Z170 Gaming K6 | Memria: 2x Kingston HyperX Fury DDR4 8gb 2133mhz - HX421C14FB2/8 |Placa de vdeo: Gigabyte GTX 770 WindForce OC 2 GB | HD: Western Caviar Blue 1 TB - 7200 RPM - 64 mb - SATA III | Fonte: Corsair TX750w V2 | Gabinete: NZXT Source 530 Full Tower |
    Ventoinha: 9x Cooler Master SickleFlow X 120mm / 12cm - 2000 RPM | Mouse: Logitech G502 | Teclado: Logitech Deluxe Desktop PS2 | Microfone: Zalman Zm-Mic1


  10. #4320
    Avatar de brender
    Data de Registro
    Abr/2013
    Localizao
    So Paulo
    Mensagens
    2.603
    Valeu/SFA
    Recebidos: 1.010/49
    Dados: 441/30
    Ir ameaa suspender importaes do Brasil se Petrobrs no abastecer cargueiros

    Embaixador da Repblica Islmica em Braslia disse ter comunicado autoridades de que seu pas pode procurar novos fornecedores de produtos agrcolas se governo no resolver a situao; em 2019, Teer comprou US$ 1,3 bi de fornecedores brasileiros

    https://internacional.estadao.com.br...os,70002936296

    BRASLIA - O Ir ameaou cortar as importaes do Brasil se a estatal Petrobrs no reabastecer os dois cargueiros da Repblica Islmica que esto parados h semanas no Paran por falta de combustvel em consequncia de sanes impostas pelos Estados Unidos.

    Em entrevista agncia Bloomberg, o embaixador do Ir em Braslia, Seyed Ali Saghaeyan, disse que entrou em contato com as autoridades brasileiras na tera-feira, 23, para informar que seu pas pode procurar novos parceiros para comprar milho, soja e carne se as autoridades brasileiras no resolverem a situao.


    O cargueiro iraniano Bavand est parado perto do Porto de Paranagu, no Paran, por falta de combustvel Foto: Joo Andrade/REUTERS

    No primeiro semestre de 2019, segundo dados do Ministrio do Desenvolvimento, Indstria e Comrcio Exterior, o Brasil importou US$ 26 milhes em produtos iranianos. A alta na comparao com o mesmo perodo de 2018 de 800%. A ureia, um fertilizante, corresponde a 96% desse valor.

    Em troca, o Brasil exportou US$ 1,3 bilho para o Ir no primeiro semestre deste ano, uma alta de 23,85% na comparao com o mesmo perodo do ano passado. O principal produto da relao o milho, responsvel por 36% das vendas. A soja vem em seguida com 34%.

    "Eu disse para os brasileiros que eles devem resolver essa questo e no os iranianos", afirmou Saghaeyan em um contato na embaixada na capital brasileira qualificado pela agncia de notcias como raro. "Se (a situao) no for solucionada, talvez as autoridades em Teer desejaro tomar decises j que (o mercado de produtos agrcolas) um mercado livre e outros pases esto disponveis."

    Alm disso, o embaixador confirmou que seu pas considera enviar combustvel para os dois navios, mas essa seria uma opo demorada e cara, segundo Saghaeyan. "Pases grandes e independentes como Brasil e Ir devem trabalhar juntos sem interferncia de terceiros ou de outro pas", finalizou o diplomata.



    Ainda de acordo com a Bloomberg, Saghaeyan pediu uma reunio com o ministro de Relaes Exteriores do Brasil, Ernesto Arajo, mas ainda no obteve resposta.

    Crise entre Braslia e Teer

    Dois navios de bandeira iraniana, o MV Bavand e o MV Termeh, esto parados desde o incio de junho no Porto de Paranagu, no Paran. Os cargueiros trouxeram ureia e voltariam carregados de milho, mas a Petrobrs teme punies americanas e se recusa a abastecer as embarcaes, que esto na lista negra do Departamento do Tesouro dos EUA.

    A estatal disse haver risco de ser punida nos EUA, por isso se negou a abastecer os navios iranianos. “Alm disso, os navios vieram do Ir carregados com ureia, produto tambm sujeito a sanes americanas. Caso a Petrobrs venha a abastecer esses navios, ficar sujeita ao risco de ser includa na mesma lista, sofrendo graves prejuzos”, afirmou a empresa.

    Na semana passada, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que as sanes dos EUA ao Ir so um risco para as empresas brasileiras. “Existe esse problema. Os EUA, de forma unilateral, pelo que me consta, tm embargo levantado contra o Ir (na verdade, ele quis dizer “um embargo em vigor”). As empresas brasileiras foram avisadas do problema e esto correndo risco.”

    Ele tambm disse estar alinhado aos EUA em relao ao tema, mesmo sem ter conversado com o presidente americano, Donald Trump. "Sobre esse assunto especfico no (conversamos). Mas tem certas coisas que no precisa conversar. Estamos alinhados poltica deles, ento sabemos o que temos que fazer", disse.

    A procuradora-geral da Repblica, Raquel Dodge, tambm opinou sobre o tema e disse ser a favor da suspenso da deciso liminar que obrigou a Petrobrs a fornecer combustvel para as embarcaes no Paran.

    No documento, Raquel afirma que a empresa no provou ter direito subjetivo de comprar o combustvel da Petrobrs e que possui alternativas para adquirir o produto de outros fornecedores - o que contestado pela importadora Eleva Qumica, que contratou os navios cargueiros iranianos.

    Anlise: Brasil entrou na crise entre EUA e Ir e tem muito a perder

    De janeiro a junho deste ano, exportaes brasileiras a Teer somaram US$ 1,3 bilho; impasse sobre navios iranianos na costa brasileira pode prejudicar o Brasil em suas relaes comerciais

    https://internacional.estadao.com.br...er,70002929490

    O Brasil est nessa crise – um cenrio lateral ao quadro central. Tem muito a perder. O impasse no reabastecimento dos cargueiros Bavand e Termeh, atracados no Porto de Paranagu com suas cargas de ureia e milho, precisa de soluo rpida do Ministrio das Relaes Exteriores para no pr em risco uma relao bilateral vantajosa para o Pas – este ano, de janeiro a junho, as exportaes brasileiras para Teer somaram US$ 1,3 bilho. As importaes ficaram em US$ 26 milhes. H negociaes preliminares entre governos envolvendo avies comerciais, a ampliao da planilha de produtos agrcolas e a venda de servios.

    Para um diplomata do Itamaraty ouvido pelo Estado “a equao deve ser esclarecida logo para que o custo negativo no caia na conta brasileira e, pior, antes que haja desdobramentos” – uma referncia possibilidade de conflito no Oriente Mdio entre coalizes lideradas pelos EUA e Ir.

    Governo do Brasil poderia agir para resolver impasse sobre navios iranianos, diz analista
    Em entrevista de Teer, Mostafa Khoshcheshm lembra que governo alemo interveio para solucionar caso semelhante ocorrido no aeroporto de Frankfurt

    https://oglobo.globo.com/mundo/gover...lista-23825757

    BRASLIA - O incidente envolvendo os navios iranianos atracados no porto de Paranagu provocou apreenso no pas do Golfo Prsico e o receio da perda de um dos poucos parceiros comerciais ocidentais que restaram aps as sanes americanas. Embora sem desconsiderar a preocupao da Petrobras em ser penalizada por fornecer combustvel para as embarcaes, iranianos avaliam que o governo brasileiro poderia atuar para contornar a situao. E que, dessa forma, sua omisso no caso pode sinalizar uma nova postura do Brasil em relao ao Ir.

    — Vender combustvel para um navio voltar pra casa no uma grande coisa. Mas essa postura [do Brasil] indica que um fator importante para o presidente de extrema direita Bolsonaro atender os interesses de Donald Trump. Se no, o governo de Braslia poderia facilmente solucionar a questo — afirmou ao GLOBO o analista poltico iraniano Mostafa Khoshcheshm, considerado prximo do regime iraniano.

    O analista poltico faz um paralelo entre o caso dos navios ancorados no Brasil e o de um avio da companhia iraniana Iran Air que ficou h alguns meses sem combustvel no aeroporto de Frankfurt, na Alemanha. Na ocasio, autoridades do aeroporto e empresas privadas se recusaram a abastecer a aeronave. Mas no fim, para evitar os efeitos das sanes americanas, o reabastecimento teria acontecido por meio de um caminho-tanque, em uma extremidade do aeroporto, fornecido por companhia estatal.

    — O que o governo do presidente Bolsonaro precisa levar em conta que essa colaborao pode agradar ao presidente Trump, mas isso no vai mant-lo satisfeito. Ele sempre quer mais, at mesmo dos aliados da Otan — complementa Khoshcheshm.

    Ele tambm ressalta que as sanes unilaterais so ilegais porque ferem a Resoluo 2231 do Conselho de Segurana da Organizao das Naes Unidas, que ratificou o acordo nuclear assinado em 2015 entre Ir, Estados Unidos, Unio Europeia, Reino Unido, Alemanha, Frana, Rssia e China. — Respeitar essas sanes unilaterais representa estender ao territrio brasileiro a vontade e as decises dos Estados Unidos. E isso mina a independncia e a soberania brasileira — complementa, em uma linha argumentativa que os iranianos usaram em tempos recentes para atacar a Unio Europeia.

    O analista tambm lamenta a deteriorao da relao entre os pases, que so importantes parceiros comerciais e que mantm semelhanas culturais.

    Justamente pelas consequncias que o incidente pode ter, os jornais iranianos e outras mdias ligadas ao regime evitaram dar grande destaque para o caso dos navios. Um diplomata estrangeiro baseado em Teer observou que "interessa mostrar que o Ir pode ficar ainda mais isolado".

    O principal assunto no pas, portanto, continua sendo a crise da apreenso dos navios do Reino Unido pelo Ir e de uma embarcao iraniana pelos britnicos no Estreito de Gibraltar. Nesta segunda-feira (22), tambm foi destaque o desmantelamento de uma rede de supostos espies da CIA que atuariam em territrio iraniano.

    A Petrobrs, o agronegcio e os navios iranianos no Brasil
    https://politica.estadao.com.br/blog...nos-no-brasil/

    Em princpio, a venda de combustvel para os navios envolvidos naquelas operaes excludas do embargo deveria seguir o mesmo benefcio, por isso, estranha-se a postura da Petrobrs neste caso especfico. No se deve afastar a possibilidade de a empresa estar apenas refletindo o alinhamento do atual governo aos desejos norte-americano, ainda quem em aparente detrimento s exportaes do agronegcio brasileiro. No podemos esquecer as primeiras manifestaes do novo governo que geraram desconforto com os pases rabes e com a China logo no incio desta nova gesto.

    Quanto responsabilidade dos exportadores brasileiros em relao aos contratos de venda e compra do milho embarcado naqueles navios iranianos, a partir da assuno de que estes contratos tenham sido celebrados sob a clusula FOB, acreditamos que no haver maiores repercusses, salvo pela eventual perda de oportunidades futuras de novas negociaes.

    Impasse com navios iranianos no Paran pode ter 'impacto desnecessrio' e prejudicar exportaes, dizem especialistas
    https://www.terra.com.br/noticias/br...1urouwveb.html

    A carga seria dada em troca da compra das 100 mil toneladas de milho, avaliadas em cerca de R$ 100 milhes. O Ir o quinto maior comprador do gro produzido no Brasil.

    Para analistas, o impasse com os navios iranianos indica que o pas est assumindo um lado nesse jogo, o que pode representar uma quebra de confiana nas relaes comerciais que foram intensificadas ao longo dos ltimos 20 anos.

    "Se o Brasil no abastecer os navios com base no receio da Petrobras, o Ir vai comear a diversificar as opes e a substituir o Brasil. O Brasil entra no rol dos pases no confiveis na perspectiva do pas de assegurar a segurana alimentar", diz um ex-integrante do governo.

    "O dano na relao comercial muito grande. E recai sobre os produtores brasileiros. Estamos falando de gerao de emprego, de renda, o prejuzo grande", diz a fonte.

    Para Kai Kenkel, professor do Instituto de Relaes Internacionais da PUC-Rio, o impasse faz lembrar as discusses em torno do impacto da transferncia da embaixada do Brasil em Israel de Tel Aviv para Jerusalm, medida que desagradaria os pases rabes e impactaria fortemente a exportao brasileira de carnes halal - com os animais abatidos de acordo com os preceitos islmicos - para o mundo rabe.

    "O Brasil depende fortemente da exportao de commodities e precisa desses mercados, mas decises tomadas na poltica externa afetam as exportaes do agronegcio brasileiro", diz Kenkel. "A ironia que uma parcela dessa indstria tem uma bancada forte que apoiou o Bolsonaro, mas pode se tornar alvo de represlias a partir de sua poltica externa."

    Aproximao no governo Lula

    O Brasil aumentou a aproximao do Ir durante o governo do ex-presidente Luiz Incio Lula da Silva, o que abriu as portas do pas para a compra de produtos brasileiros.

    "O Brasil vendia menos de US$ 1 bilho para o ano para o Ir antes de 2002. Ao longo do governo Lula, as exportaes foram crescendo exponencialmente. Em seu segundo mandato, houve um momento em que 90% de todo o frango consumido em Teer vinha do Brasil", lembra Flavio Rassekh, coordenador da ONG United4Iran no Brasil, que atua na defesa de direitos humanos.

    Rassekh lembra que o pas de 70 milhes de pessoas vive um perodo de racionamento de alimentos e dificuldades de abastecimento, resultado de uma conjuno de fatores: alm das sanes, o pas saiu recentemente da maior seca dos ltimos 40 anos, passou por uma enchente destruidora no primeiro semestre e enfrenta uma crise de crise de hiperinflao.

    Com todas essas dificuldades, diz Rassekh, o Brasil at agora era um parceiro importante, com ampla oferta de alimentos para atender as necessidades do pas. "Com o governo de Bolsonaro, isso tudo pode ser revertido, e o Ir pode ficar ainda mais isolado no cenrio internacional."

    Assim, para o Ir, substituir as importaes no uma tarefa simples. O pas tem poucos parceiros no cenrio internacional e sofre com o impacto das sanes. O Brasil at agora se comportava como um pas neutro sob o ponto de vista comercial.

    "O Brasil sinaliza que est se aproximando da estratgia do governo Trump, que aprova e embarca em sua estratgia. O que o contrrio do que vinha fazendo no passado, investindo em relaes multilaterais", diz Oliver Stuenkel, da FGV-SP.

    Stuenkel aponta que um dos preceitos da globalizao que o comrcio entre pases no deve ser baseado em alinhamentos polticos, mas observa a tendncia de potncias como os Estados Unidos e a China de usar o comrcio como arma poltica.

    " perigoso o Brasil se envolver nesse tipo de conduta", considera. "O comrcio brasileiro tem como objetivo o desenvolvimento do pas. para gerar emprego, renda, e no para ser afirmar posicionamento poltico."

    Apoio de Bolsonaro aos EUA contra Ir preocupa diplomatas e militares
    Comentrios do presidente sobre navios presos no PR indica mudana de posio histrica


    https://www1.folha.uol.com.br/mundo/...ilitares.shtml

    O episdio da reteno de dois navios iranianos perto do porto de Paranagu (PR) abriu uma nova crise interna no Itamaraty e j preocupa a cpula das Foras Armadas.

    Nem tanto pelo impasse em si, j que a maioria dos diplomatas e militares ouvidos concorda que a Petrobras corre risco de sofrer sanes dos EUA caso abastea os cargueiros, mas pelo alinhamento automtico posio americana anunciado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL).

    A primeira leva 50 mil toneladas de milho e a segunda espera para descarregar uma carga do insumo de fertilizantes ureia para embarcar 66 mil toneladas do gro para o Ir em troca.

    Ambos os navios esto na lista de embarcaes que podem gerar sanes secundrias, ou seja, para quem colaborar para sua operao.

    Por isso a Petrobras, que tem aes negociadas nos EUA, est se negando a abastec-los e a disputa com a empresa Eleva foi parar no Supremo Tribunal Federal.

    No domingo (21), Bolsonaro ressaltou sua proximidade com o presidente americano Donald Trump e disse estar alinhado aos EUA no aperto econmico contra os aiatols.

    Entre diplomatas, h a certeza de que a eventual escalada da crise no Golfo Prsico, que desemboca em conflito entre EUA e o Ir, levar a um indito apoio explcito do Brasil a Washington.

    Aqui entram generais da ativa, que temem qualquer iniciativa que possa acarretar riscos de segurana.

    Dois deles, ouvidos pela Folha, afirmam que o pas pode entrar na rota de grupos associados teocracia iraniana, como o palestino Hamas ou o libans Hizbullah.

    Sempre lembrado em conversas o fato de que a vizinha Argentina j foi alvo de um grande atentado contra instituio judaica em 1994, atribudo a terroristas islmicos.

    0 Not allowed! Not allowed!
    Processador: i5 6600k Skylake | Cooler: Cooler Master Hyper 212x | Placa me: ASRock Fatal1ty Z170 Gaming K6 | Memria: 2x Kingston HyperX Fury DDR4 8gb 2133mhz - HX421C14FB2/8 |Placa de vdeo: Gigabyte GTX 770 WindForce OC 2 GB | HD: Western Caviar Blue 1 TB - 7200 RPM - 64 mb - SATA III | Fonte: Corsair TX750w V2 | Gabinete: NZXT Source 530 Full Tower |
    Ventoinha: 9x Cooler Master SickleFlow X 120mm / 12cm - 2000 RPM | Mouse: Logitech G502 | Teclado: Logitech Deluxe Desktop PS2 | Microfone: Zalman Zm-Mic1


Informao do Tpico

Usurios Navegando pelo Tpico

Existe(m) atualmente 1 usurio(s) navegando pelo tpico. (0 membro(s) e 1 visitante(s))

Regras de Postagem

  • Voc no pode postar novos tpicos
  • Voc no pode responder mensagens
  • Voc no pode postar anexos
  • Voc no pode editar suas mensagens
  •  
  • Cdigo BB est Funcionando
  • Smilies esto Funcionando
  • Cdigo [IMG] est Funcionando
  • Cdigo [VIDEO] est Funcionando
  • O cdigo HTML est Desativado