Página 392 de 394 PrimeiroPrimeiro ... 292342382385386387388389390391392393394 ÚltimoÚltimo
Exibindo resultados 3.911 a 3.920 de 3932

Tópico: PoliticaCentral | Política do Brasil - Notícias e Discussões

  1. #3911
    Avatar de brender
    Data de Registro
    Abr/2013
    Localização
    São Paulo
    Mensagens
    2.146
    Valeu/SFA
    Recebidos: 948/40
    Dados: 430/30




    https://www.facebook.com/mblivre/photos/a.204296283027856.1073741829.204223673035117/900941870029957/?type=3&theater

    - - - Atualizado - - -

    10.04.2018 | 08h55


    Bolsonaro vai evitar bola dividida


    http://br18.com.br/bolsonaro-vai-evitar-bola-dividida/


    A decisão de não ir ao debate dos presidenciáveis no Fórum da Liberdade se inscreve na estratégia de Jair Bolsonaro para a pré-campanha: evitar confronto direto com adversários e ambientes em que possa ser questionado, aproveitando a dianteira que as pesquisas lhe dão.


    Bolsonaro vai optar por falar aos eleitores e simpatizantes diretamente, por meio de sua azeitada estrutura em redes sociais. E para eventos públicos privilegiará as plateias que lhe são favoráveis, como há duas semanas, em Curitiba. A decisão de evitar debates lembra a tática de Fernando Collor, em 1989. / V.M.

    0 Not allowed! Not allowed!
    Processador: i5 6600k Skylake | Cooler: Cooler Master Hyper 212x | Placa mãe: ASRock Fatal1ty Z170 Gaming K6 | Memória: 2x Kingston HyperX Fury DDR4 8gb 2133mhz - HX421C14FB2/8 |Placa de vídeo: Gigabyte GTX 770 WindForce OC 2 GB | HD: Western Caviar Blue 1 TB - 7200 RPM - 64 mb - SATA III | Fonte: Corsair TX750w V2 | Gabinete: NZXT Source 530 Full Tower |
    Ventoinha: 9x Cooler Master SickleFlow X 120mm / 12cm - 2000 RPM | Mouse: Logitech G502 | Teclado: Logitech Deluxe Desktop PS2 | Microfone: Zalman Zm-Mic1


  2. #3912
    Avatar de brender
    Data de Registro
    Abr/2013
    Localização
    São Paulo
    Mensagens
    2.146
    Valeu/SFA
    Recebidos: 948/40
    Dados: 430/30
    A pesquisa Datafolha sobre a prisão de Lula é “justa ou injusta”?

    Brasil 10.04.18 15:49

    Como publicamos mais cedo, o Datafolha incluiu Lula em três cenários da sua próxima pesquisa eleitoral.

    Mas reparem na sequência reproduzida abaixo: o instituto só pergunta se a prisão de Lula foi “justa ou injusta” depois de questionar se o eleitor acha que Lula vai ou não disputar a eleição ou se, na opinião dele, o petista deveria ser impedido ou não de disputar a eleição.

    Qualquer especialista sabe que, numa pesquisa, a sequência das perguntas pode levar a resultados diferentes. No caso, boa parte dos eleitores que responder que Lula vai disputar a eleição ou que ele não deveria ser impedido de disputá-la se verá compelida a dizer que a prisão de Lula foi “injusta”, para manter certa lógica nas suas respostas, mesmo que ela não reflita o que realmente pensa.

    O correto seria fazer uma pesquisa apenas para saber se o cidadão achou a prisão de Lula “justa ou injusta”. Quando se misturam as coisas, a pesquisa pode mais confundir do que esclarecer.


    0 Not allowed! Not allowed!
    Processador: i5 6600k Skylake | Cooler: Cooler Master Hyper 212x | Placa mãe: ASRock Fatal1ty Z170 Gaming K6 | Memória: 2x Kingston HyperX Fury DDR4 8gb 2133mhz - HX421C14FB2/8 |Placa de vídeo: Gigabyte GTX 770 WindForce OC 2 GB | HD: Western Caviar Blue 1 TB - 7200 RPM - 64 mb - SATA III | Fonte: Corsair TX750w V2 | Gabinete: NZXT Source 530 Full Tower |
    Ventoinha: 9x Cooler Master SickleFlow X 120mm / 12cm - 2000 RPM | Mouse: Logitech G502 | Teclado: Logitech Deluxe Desktop PS2 | Microfone: Zalman Zm-Mic1


  3. #3913
    Avatar de brender
    Data de Registro
    Abr/2013
    Localização
    São Paulo
    Mensagens
    2.146
    Valeu/SFA
    Recebidos: 948/40
    Dados: 430/30
    Tribunais raciais a nível Federal

    Parabéns aos envolvidos

    Concursos terão análise visual de cotistas negros

    Governo federal publica portaria e cria comissão para combater fraudes; comprovação de etnia vai considerar só aparência e será gravada

    Fonte: http://educacao.estadao.com.br/notic...os,70002264906

    SÃO PAULO - Candidatos em qualquer concurso público federal que se autodeclararem negros terão de passar obrigatoriamente por uma comissão visual para confirmar a etnia. O Ministério do Planejamento publicou anteontem uma portaria no Diário Oficial que define as diretrizes para a realização desse tipo de aferição, que passa a valer a partir de qualquer edital aberto agora.


    ‘Não vai acontecer mais de o candidato levar foto do bisavô’, diz Frei David Santos

    A Portaria Normativa 4 regulamenta um procedimento chamado de heteroidentificação, que é a confirmação, por meio de uma banca, de que a autodeclaração do candidato negro é verdadeira, para evitar fraudes. As cotas raciais para concursos públicos são consideradas constitucionais pelo Supremo Tribunal Federal (STF) desde junho do ano passado, já com a possibilidade de adoção de critérios de identificação visual.

    A portaria prevê que essas bancas deverão ter cinco pessoas, além de suplentes, todas “de reputação ilibada, residentes no Brasil e que tenham participado de oficina sobre a temática da promoção da igualdade racial e do enfrentamento ao racismo”. Também é um critério que esses grupos sejam formados de maneira diversa, com homens, mulheres, brancos e negros. Os currículos dos membros da comissão deverão ser publicados na internet.

    A portaria veta qualquer utilização de documentos ou fotos de família para comprovação da etnia. Será considerado somente o fenótipo (aparência) do candidato. A apresentação à comissão será gravada, de modo que, caso o candidato não concorde com o resultado, poderá apresentar recurso para que outra comissão, com três pessoas, avalie o vídeo.

    O documento prevê também que os candidatos terão até o fim do período de inscrição do concurso para desistir de concorrer pelo sistema de reserva de vagas. Se for comprovado que o candidato não é negro, ele perderá a vaga, mesmo que tenha nota suficiente para ser aprovado por ampla concorrência. “Não vai acontecer mais de o candidato levar foto do avô ou bisavô”, diz o especialista em ações afirmativas Frei David Santos, da ONG Educafro.


    Polêmica. Esse tipo de comissão começou a ser usado em algumas universidades federais do País, mas a ausência de uma regra geral criou uma série de críticas de especialistas.

    0 Not allowed! Not allowed!
    Processador: i5 6600k Skylake | Cooler: Cooler Master Hyper 212x | Placa mãe: ASRock Fatal1ty Z170 Gaming K6 | Memória: 2x Kingston HyperX Fury DDR4 8gb 2133mhz - HX421C14FB2/8 |Placa de vídeo: Gigabyte GTX 770 WindForce OC 2 GB | HD: Western Caviar Blue 1 TB - 7200 RPM - 64 mb - SATA III | Fonte: Corsair TX750w V2 | Gabinete: NZXT Source 530 Full Tower |
    Ventoinha: 9x Cooler Master SickleFlow X 120mm / 12cm - 2000 RPM | Mouse: Logitech G502 | Teclado: Logitech Deluxe Desktop PS2 | Microfone: Zalman Zm-Mic1


  4. #3914
    Avatar de M3d0nh0
    Data de Registro
    Mar/2008
    Localização
    Joinville
    Mensagens
    2.318
    Valeu/SFA
    Recebidos: 2.336/109
    Dados: 1.279/45
    Resumindo. Se você tem pai ou mãe negro mas parece branco, vá à praia e fique pelo menos uma semana torrando no sol. Se ainda parecer branco recorra a um maquiador profissional.

    0 Not allowed! Not allowed!
    M3d0nh0´s BF1 machine < i5 6600K / Water Cooler Corsair H55 / msi Z170M ARMOR / 2 x 8GB Corsair Vengeance DD4 3000MHz / msi Geforce GTX 1080 X Gaming / SSD Kingston UV 400 480GB / CORSAIR RM650x / Aero Cool Aero1000 >

  5. #3915
    Avatar de brender
    Data de Registro
    Abr/2013
    Localização
    São Paulo
    Mensagens
    2.146
    Valeu/SFA
    Recebidos: 948/40
    Dados: 430/30

    0 Not allowed! Not allowed!
    Processador: i5 6600k Skylake | Cooler: Cooler Master Hyper 212x | Placa mãe: ASRock Fatal1ty Z170 Gaming K6 | Memória: 2x Kingston HyperX Fury DDR4 8gb 2133mhz - HX421C14FB2/8 |Placa de vídeo: Gigabyte GTX 770 WindForce OC 2 GB | HD: Western Caviar Blue 1 TB - 7200 RPM - 64 mb - SATA III | Fonte: Corsair TX750w V2 | Gabinete: NZXT Source 530 Full Tower |
    Ventoinha: 9x Cooler Master SickleFlow X 120mm / 12cm - 2000 RPM | Mouse: Logitech G502 | Teclado: Logitech Deluxe Desktop PS2 | Microfone: Zalman Zm-Mic1


  6. #3916
    Avatar de brender
    Data de Registro
    Abr/2013
    Localização
    São Paulo
    Mensagens
    2.146
    Valeu/SFA
    Recebidos: 948/40
    Dados: 430/30
    Brancos e nulos disparam

    Brasil 15.04.18 08:28

    Nas respostas espontâneas do Datafolha, 21% disseram que votarão em branco ou nulo.

    Um patamar inédito em pesquisas eleitorais a seis meses das eleições.

    Quando não se apresenta uma lista de candidatos aos entrevistados, 46% ainda não sabem em quem votar para presidente.

    A velha política morreu em praça pública’


    Economista defende novo modelo, baseado emaliança de centro-direita em apoio a um programa liberal na economia
    Entrevista com Paulo Guedes

    http://economia.estadao.com.br/notic...ca,70002268471



    Economista liberal, Paulo Guedes não é neófito em campanhas políticas, mas faz tempo que não chega perto de uma. Contribuiu com Guilherme Afif Domingos em 1989 e, depois, foi fazer fortuna no mercado financeiro. Ex-sócio do Pactual (hoje BTG) e do IBMEC, instituições que ajudou a fundar, e atual sócio da Bozano Investimentos, aceitou desta vez formular um programa econômico para Jair Bolsonaro (PSL). Por quê? “Ele foi o único que me pediu”. Sua motivação é contribuir com o País, diz. “Estou tentando ajudar o caos”, afirma, referindo-se à situação econômica do Brasil.

    Para ele, o velho sistema político está “morrendo em praça pública” e é o momento de um novo modelo, baseado numa aliança de centro-direita em apoio a um programa liberal na economia. Ele defende privatizações amplas e aceleradas, recompra da dívida pública para reduzir gastos com juros e um novo modelo de Previdência, entre outras medidas. Guedes diz acreditar nas intenções de Bolsonaro, apesar do histórico do deputado de defender posições estatizantes e intervencionistas. “Para que ele ia me pedir um programa liberal se não quisesse?”

    Quais seriam as medidas prioritárias do governo Bolsonaro?


    A mudança de regime fiscal e a reforma do Estado foram as grandes omissões dos últimos 30 anos. Políticos inebriados, economistas inexperientes e uma sequência de planos malsucedidos. Havia um aparelho modelado pelo regime militar e entrou uma democracia emergente com outra camada de prioridades. Como atender a essas prioridades sem reformar o antigo, sem eliminar privilégios? Mas estamos aprendendo. Estou otimista.

    Por qual razão?


    Não tem a ver com candidatos específicos. É o fenômeno da dinâmica da sociedade aberta. Com o impeachment de Collor, veio a independência do legislativo. Agora, com as condenações da classe política na esteira da Lava Jato, veio a do judiciário. Estou confiante que vamos chegar lá. A governabilidade virá em novos eixos.

    Por quê?

    A velha política está morrendo em praça pública. O mais popular líder brasileiro foi para a cadeia. Seguramente não era um homem mal intencionado. Seguramente tinha grandes sonhos. Se foi parar na cadeia é porque tem algo muito errado nesse modelo. Esse modelo social-democrata, intervencionista. O excesso de gasto do governo corrompeu a democracia, derrubou o crescimento. É indissociável a degeneração da política desse modelo dirigista, onde as estatais são os braços usados para fazer governabilidade. Da mesma forma, a concentração de recursos no governo federal. O futuro é feito em novos eixos, em cima do pacto federativo e de princípios republicanos. As propostas encaminhadas devem ser aprovadas por uma aliança de centro-direita em apoio a um programa econômico liberal. Vai ter “toma lá dá cá”? Não.

    O que garante isso?

    Primeira coisa: em vez de 40 ministérios para agraciar partidos, cai para dez ou doze. Segundo, o acordo é em torno de programas. O programa é liberal. Quem quiser apoiar esse programa está dentro. Quem não quiser, está fora. E não tem problema nenhum.

    O problema é a necessidade de aprovar medidas no Congresso.

    Se o presidente não propuser uma reforma política, ele está onde? No mundo da lua? Nossa sugestão é uma cláusula de fidelidade programática. Votação em bloco do partido. E acaba com compra do voto no varejo, o voto mercenário. É combinar o chamado fechamento de questão com fidelidade partidária. Queremos valorizar os partidos. Hoje não valem nada, são legendas de aluguel.

    Isso resolve o problema?

    É a nova política. Como você vai comprar voto se fez um programa? O programa é liberal. Se votar contra, não está na base.

    Como enfrentar a questão das contas públicas?


    O plano é gastar menos e melhor. Por que privatizar? Quero baixar as despesas de juros, que são um absurdo. É o cultivo do rentismo, arma de destruição em massa de empreendedores. Mas tem de fazer com consistência fiscal. Não adianta baixar juro artificialmente, como Dilma fez, porque a inflação volta logo. Esse foi meu argumento com Bolsonaro para ele entender que precisa de Banco Central independente.

    Como os juros baixarão?


    Privatizando vou matando dívida. Pretendíamos ter resgate de dívida no primeiro ano. Amortizar uns R$ 400 bilhões logo no início do governo.

    E de onde vem esse dinheiro?


    Começam a chegar as privatizações. Vamos derrubar permanentemente a taxa de juros com política fiscal. O coração do programa é fiscal. Se somar três anos de juros, dá R$ 1 trilhão. É um absurdo essa conta. Na hora que você fala: “vou privatizar, vou botar para crescer, vou reduzir imposto”, o País começa a andar, os juros desabam. Daqui a pouco tem gente aceitando 1% de juro, pedindo pelo amor de Deus. Tem de mostrar que o Estado não vai precisar de financiamento. Não precisa seguir com essa conta absurda de juros. O cara fez o Cruzado e devia ter vergonha. Aí volta, faz o Real, coloca o juro na lua e diz que fez algo extraordinário (uma referência aos economistas Persio Arida e André Lara Resende, que participaram da elaboração dos dois planos). Não, cara, você endividou o País, quebrou as empresas. Só que as pessoas nem percebem. Ninguém entende nada, é o caos. Estou tentando ajudar o caos. As pessoas acham que é o caos o Bolsonaro andar por aí. Não é o caos. O caos já está aí há muito tempo.

    O que mais além de privatizar?


    Outro canhão estará virado para a Previdência. O Brasil está novinho e já quebrou a Previdência. Falei para o Bolsonaro: se aprovar isso aí agora (reforma proposta por Temer) o avião não cai na sua cabeça e segue mais dez, 15 anos. Se não aprovar, vai cair na sua cabeça e na minha. Não acho legal. Ele me disse: “Pô, Paulo, você faz o que quiser depois, mas se eu fizer isso, nem chego lá. O Lula está falando que vai mexer na Previdência? O Alckmin? Acredito em você, mas não posso”. O meu papel é apresentar uma reforma liberal. Se ele quiser, aprova. Se não aprovar, não vou. Não preciso do poder. Mas não gosto do caminho para onde o Brasil está indo. Não gosto da mídia achar normal uma pessoa que solta bomba e achar bandido um cara que entrou na academia militar.

    Quem diz que ele é bandido?


    O tratamento é esse, é diferente. Lembro do tratamento que recebi quando voltei de Chicago (Universidade de Chicago, onde fez doutorado). Sei o que é ser discriminado. O que nos aproximou foi um pouco isso.

    Bolsonaro votou diversas vezes contra reformas. Acredita que ele se tornou um liberal?


    Você acredita que Persio Arida (coordenador do programa de Geraldo Alckmin) é liberal? Acredita que Alckmin é liberal? Tenho de acreditar que Bolsonaro está mais próximo (de ser liberal). Ele não é idiota, né? Vai pedir o que não quer?

    O sr. não teve curiosidade de entender essa guinada?


    Acho que ele está progredindo à taxa mais rápida do que a dos economistas brasileiros. Continua dizendo que gostaria que tivesse um ministério só, com comando único, e nessa direção. Se o Persio Arida acredita no Alckmin, acho que posso acreditar no Bolsonaro. Quero melhorar meu País, que as pessoas tomem o remédio certo.

    O sr. defende o sistema de capitalização na Previdência. Como viabilizar esse modelo?


    A ideia é oferecer uma alternativa. Não quero nossos filhos e netos condenados. É covardia. Temos um plano interessantíssimo, mas não posso falar.

    Há dinheiro de privatização suficiente para dar conta do rombo da Previdência e da dívida?


    Por exemplo, sim. Você não vai comprar a dívida toda num dia só. As privatizações renderiam de R$ 500 bilhões a R$ 800 bilhões em números atuais. Então, vai ser próximo de R$ 1 trilhão, porque com programa pró-economia de mercado, os ativos vão subir de preço.

    Há espaço para programas sociais em seu programa?


    Evidentemente. Programas sociais de transferência de renda são inteiramente louváveis. Os liberais compreendem e criaram as mais potentes ferramentas para erradicação da miséria. Estamos examinando um programa de renda mínima. Mas não adianta só incluir os pobres no orçamento. A verdadeira inclusão social é o emprego. O sujeito que tem emprego cuida dele mesmo.

    O sr. deseja participar de um eventual governo Bolsonaro?


    Nunca quis me associar a partido. A única vez que considerei ir – e teria ido – foi quando fiz o plano para Guilherme Afif Domingos. Agora parece ser uma situação semelhante. Não sabemos ainda, estamos em conversa.

    0 Not allowed! Not allowed!
    Última edição por brender; em 15/04/2018 às 15:14.
    Processador: i5 6600k Skylake | Cooler: Cooler Master Hyper 212x | Placa mãe: ASRock Fatal1ty Z170 Gaming K6 | Memória: 2x Kingston HyperX Fury DDR4 8gb 2133mhz - HX421C14FB2/8 |Placa de vídeo: Gigabyte GTX 770 WindForce OC 2 GB | HD: Western Caviar Blue 1 TB - 7200 RPM - 64 mb - SATA III | Fonte: Corsair TX750w V2 | Gabinete: NZXT Source 530 Full Tower |
    Ventoinha: 9x Cooler Master SickleFlow X 120mm / 12cm - 2000 RPM | Mouse: Logitech G502 | Teclado: Logitech Deluxe Desktop PS2 | Microfone: Zalman Zm-Mic1


  7. #3917
    Avatar de brender
    Data de Registro
    Abr/2013
    Localização
    São Paulo
    Mensagens
    2.146
    Valeu/SFA
    Recebidos: 948/40
    Dados: 430/30
    O flerte de Temer com o PRB de Flávio Rocha

    Brasil 15.04.18 20:00

    Michel Temer não conseguiu usar a reforma ministerial para amarrar os partidos de sua base aliada ao projeto eleitoral do MDB, registra o Estadão.

    Fragilizado após a Lava Jato atingir alguns de seus amigos, o presidente preferiu manter no governo partidos que lançaram pré-candidatos ou que já anunciaram apoio a outros.

    “O emedebista passou a reunir presidentes dessas legendas para conversas sobre eleições e fez questão de prestigiar jantares partidários para comemorar a entrada de novos filiados.

    Na terça-feira (10), Temer chamou o presidente do PRB, seu ex-ministro Marcos Pereira, para sondar a possibilidade de o partido apoiar o projeto do MDB, seja ele próprio o candidato ou o ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles. O PRB manteve o comando do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) mesmo após lançar o empresário Flávio Rocha, dono das lojas Riachuelo, como pré-candidato à Presidência.

    Na conversa, (…) o dirigente do PRB afirmou que a legenda está levando a sério a candidatura de Rocha. Mas não fechou completamente as portas. Disse que, caso o empresário não se viabilize, o PRB poderá oferecê-lo como candidato a vice-presidente na chapa de algum postulante de centro, que pode ser o MDB, PSDB ou DEM.”

    0 Not allowed! Not allowed!
    Processador: i5 6600k Skylake | Cooler: Cooler Master Hyper 212x | Placa mãe: ASRock Fatal1ty Z170 Gaming K6 | Memória: 2x Kingston HyperX Fury DDR4 8gb 2133mhz - HX421C14FB2/8 |Placa de vídeo: Gigabyte GTX 770 WindForce OC 2 GB | HD: Western Caviar Blue 1 TB - 7200 RPM - 64 mb - SATA III | Fonte: Corsair TX750w V2 | Gabinete: NZXT Source 530 Full Tower |
    Ventoinha: 9x Cooler Master SickleFlow X 120mm / 12cm - 2000 RPM | Mouse: Logitech G502 | Teclado: Logitech Deluxe Desktop PS2 | Microfone: Zalman Zm-Mic1


  8. #3918
    Avatar de brender
    Data de Registro
    Abr/2013
    Localização
    São Paulo
    Mensagens
    2.146
    Valeu/SFA
    Recebidos: 948/40
    Dados: 430/30
    Como foi fabricado a conversa fake da Patrícia Lélis (mitomaníaca / mentirosa compulsiva) contra o Eduardo Bolsonaro.




    Sim, essa conversa fake está sendo usada pela PGR - Procuradoria-Geral da República para acusar o Eduardo Bolsonaro de crimes que nunca cometeu, é mole...

    0 Not allowed! Not allowed!
    Processador: i5 6600k Skylake | Cooler: Cooler Master Hyper 212x | Placa mãe: ASRock Fatal1ty Z170 Gaming K6 | Memória: 2x Kingston HyperX Fury DDR4 8gb 2133mhz - HX421C14FB2/8 |Placa de vídeo: Gigabyte GTX 770 WindForce OC 2 GB | HD: Western Caviar Blue 1 TB - 7200 RPM - 64 mb - SATA III | Fonte: Corsair TX750w V2 | Gabinete: NZXT Source 530 Full Tower |
    Ventoinha: 9x Cooler Master SickleFlow X 120mm / 12cm - 2000 RPM | Mouse: Logitech G502 | Teclado: Logitech Deluxe Desktop PS2 | Microfone: Zalman Zm-Mic1


  9. #3919
    Avatar de brender
    Data de Registro
    Abr/2013
    Localização
    São Paulo
    Mensagens
    2.146
    Valeu/SFA
    Recebidos: 948/40
    Dados: 430/30
    A pesquisa em que Bolsonaro chega a 25%

    Brasil 16.04.18 09:02

    Em pesquisas não registradas no TSE, feitas para clientes privados, institutos mostram números diferentes daqueles divulgados ontem pelo Datafolha.

    Numa delas, o condenado Lula aparece com 28% das intenções de voto (contra 31% no Datafolha) e Marina não tem mais do que 10% (contra 15% no Datafolha).

    Na mesma pesquisa, Jair Bolsonaro tem 23%. Sem o condenado Lula, ele sobe para 25%. Bem mais do que os 17% que lhe dá o Datafolha, e a uma distância considerável de Marina.

    0 Not allowed! Not allowed!
    Processador: i5 6600k Skylake | Cooler: Cooler Master Hyper 212x | Placa mãe: ASRock Fatal1ty Z170 Gaming K6 | Memória: 2x Kingston HyperX Fury DDR4 8gb 2133mhz - HX421C14FB2/8 |Placa de vídeo: Gigabyte GTX 770 WindForce OC 2 GB | HD: Western Caviar Blue 1 TB - 7200 RPM - 64 mb - SATA III | Fonte: Corsair TX750w V2 | Gabinete: NZXT Source 530 Full Tower |
    Ventoinha: 9x Cooler Master SickleFlow X 120mm / 12cm - 2000 RPM | Mouse: Logitech G502 | Teclado: Logitech Deluxe Desktop PS2 | Microfone: Zalman Zm-Mic1


  10. #3920
    Avatar de brender
    Data de Registro
    Abr/2013
    Localização
    São Paulo
    Mensagens
    2.146
    Valeu/SFA
    Recebidos: 948/40
    Dados: 430/30

    0 Not allowed! Not allowed!
    Processador: i5 6600k Skylake | Cooler: Cooler Master Hyper 212x | Placa mãe: ASRock Fatal1ty Z170 Gaming K6 | Memória: 2x Kingston HyperX Fury DDR4 8gb 2133mhz - HX421C14FB2/8 |Placa de vídeo: Gigabyte GTX 770 WindForce OC 2 GB | HD: Western Caviar Blue 1 TB - 7200 RPM - 64 mb - SATA III | Fonte: Corsair TX750w V2 | Gabinete: NZXT Source 530 Full Tower |
    Ventoinha: 9x Cooler Master SickleFlow X 120mm / 12cm - 2000 RPM | Mouse: Logitech G502 | Teclado: Logitech Deluxe Desktop PS2 | Microfone: Zalman Zm-Mic1


Informação do Tópico

Usuários Navegando pelo Tópico

Existe(m) atualmente 1 usuário(s) navegando pelo tópico. (0 membro(s) e 1 visitante(s))

Regras de Postagem

  • Você não pode postar novos tópicos
  • Você não pode responder mensagens
  • Você não pode postar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  
  • Código BB está Funcionando
  • Smilies estão Funcionando
  • Código [IMG] está Funcionando
  • Código [VIDEO] está Funcionando
  • O código HTML está Desativado