Eu sempre fui fã da série Souls, desde o primeiro, Demons Souls para Playstation 3. Recentemente teve uma promoção bacana no Steam, e como não tinha jogado o DS2 ainda eu comprei o Scholar of the first sin, que é basicamente uma versão melhorada do DS 2 original, com gráficos melhores (DX11), novos chefes e NPCs e ainda com todos os DLCs inclusos.

O level design infelizmente é um dos piores da série, pois quase todas as localizações consistem em uma fase linear com várias bonfires no meio delas, que seriam basicamente checkpoints. Isso facilitou o jogo pra caramba, nos outros jogos da série as fases eram gigantescas, interligadas, e conforme vc avançava um atalho era destravado, seja um elevador ou uma escada que te permitia chegar à primeira (e muitas vezes única) bonfire daquele nível, deixando o jogo bem mais tenso e o medo de morrer e perder as preciosas souls beeeem pior.

Isso foi melhorado e muito nos DLCs que acompanham o jogo, lá parece que vc tá jogando DS1 ou Demons Souls do PS3 mesmo, as fases são gigantescas, abertas, com vários caminhos para serem seguidos, onde cada um termina em um boss diferente. Além disso, os inimigos estão bem posicionados e tá cheio de Black Phantom (modo online, já chego lá) te esperando pra te invadir e matar.

O sistema online do jogo continua muito bem preservado, o que é a melhor coisa da série Souls, outros jogadores podem te deixar mensagens pré-feitas alertando de perigos e armadilhas próximos, podem entrar no seu mundo em forma de aliado (white phantom) ou inimigo (black phantom). Pra chamar alguém pra te ajudar você tem que procurar o “sinal” da pessoa, uma mensagem amarela no chão que está escrito o nome do personagem, agora, para ser invadido, basta estar online que o black phantom pode te invadir a qualquer momento (inclusive nos piores), pra pegar sua cabeça.

Em relação à dificuldade, pra quem já jogou os anteriores já sabe o que esperar, mas, para os novatos na série sempre é custoso se adaptar a jogabilidade, que costuma ser imperdoável e não deixa espaço para erros.

Mesmo assim, acho que esse é o mais acessível da série, pois além das já mencionadas bonfires que tem de sobra nesse jogo, ainda por cima dá pra comprar/dropar itens de cura, o que não era possível no DS1, onde o jogador era totalmente dependente da cura do Estus Flask, um item que só é recuperado na bonfire.

Por último, a história é bem simples, quase todos os jogos da série Souls (até o primeiro Demon's) envolve um monarca ou semi-deus que ficou louco de poder após descobrir a arte de angariar almas, e com isso acaba condenando todo o reino junto com ele, transformando a maioria dos habitantes em mortos vivos ensandecidos (hollow), e o trabalho do jogador é matar esse monarca e tomar o lugar dele, ou restaurar a paz.

CONCLUSÃO: se você nunca jogou Dark Souls 2, escolha a versão Scholar of the First Sin e, se já jogou, mas não jogou o DLC, também a recomendo, podem comprar de boa nessas hipóteses.

Tabela das diferentes versões do Dark Souls 2 (incluindo nos consoles):

Nome:  SotFS_Details.jpg
Vistos: 397
Tamanho:  234,1 kB

*Lista completa das mudanças que tem no Scholar of the first sin: https://docs.google.com/document/d/1...oGY/edit?pli=1


IBAGENS:

Nome:  tumblr_ni71ppbiSp1tw7l9eo9_1280.jpg
Vistos: 114
Tamanho:  317,5 kB Nome:  imrs.jpg
Vistos: 95
Tamanho:  331,1 kB Nome:  2016-01-26_00001.jpg
Vistos: 89
Tamanho:  397,7 kB