http://meiobit.com/376614/rumor-disn...ram-interesse/
Rumor — Disney a um passo de comprar a 21st Century Fox, mas Comcast ainda não desistiu

Postado Por Ronaldo Gogoni em 06 12 2017 em Cinema, Quadrinhos, Televisão

Ao que parece tudo está caminhando para o Grand Finale: após um primeiro contato infrutífero a The Walt Disney Company e a 21st Century Fox teriam voltado a conversar sobre uma aquisição da quase totalidade da segunda pela primeira, e os indícios apontam para um anúncio oficial de negócio fechado entre as partes já na próxima semana por uma bolada: US$ 60 bilhões.
Só que a Comcast, bem como a Sony e a Verizon ainda teriam interesse em algumas propriedades e as cartas ainda não estariam todas sobre a mesa.
Vamos recapitular: Rupert Murdoch, o CEO da Fox está enfim se preparando para pendurar as chuteiras e passar o controle de seu império para seus filhos, afinal ele já está com 86 anos de idade. Só que Lachlan e James Murdoch, respectivamente co-presidente e diretor executivo da companhia não estariam interessados em manter um negócio tão grande, apenas em controlar os conteúdos relativos a notícias e esportes; dessa forma o plano é preservar o núcleo da News Corp., a saber os canais Fox Sports e Fox News e jornais como o The Wall Street Journal e o New York Post e vender todo o resto para quem puder pagar, e muito.
Os assets a serem negociados incluem ações em empresas como 73% da National Geographic e 30% do Hulu, o que é curioso: a Disney já controla outros 30% do serviço de streaming e caso o negócio seja fechado, ela se tornará sócio majoritário e controlador do principal rival da Netflix nos EUA; vale lembrar que quando a casa do Mickey cancelou o contrato de distribuição de conteúdo com a plataforma de Reed Hastings em prol da criação de um próprio, o CEO Bob Iger não mencionou uma palavra sobre o Hulu que mantém um acordo semelhante. Agora sabemos o motivo, visto que tais negociações não começaram ontem.
Claro, as propriedades que mais enchem os olhos dos nerds são os diretos para cinema que a Fox detém de personagens da Marvel, especificamente as marcas X-Men e Quarteto Fantástico. Caso o acordo seja concluído a Disney poderá finalmente reunir sob sua asa todos os heróis da editora e explorá-los em diversas mídias. Ao mesmo tempo franquias como Os Simpsons, Futurama, Family Guy, Alien, Predador, Avatar (James Cameron já andou expressando suas preocupações a respeito desse negócio), Duro de Matar, Planeta dos Macacos, A Era do Gelo, Kingsman, Arquivo X e propriedades individuais como The Orville, Cosmos: A Spacetime Odyssey, How I Met Your Mother e várias outras também passariam a integrar o portfólio da Disney, que se tornaria o conglomerado de mídia mais poderoso do planeta.

Só que esse cargo hoje é ocupado pela Comcast, a gigante de telecomunicações que é dona da NBCUniversal, Dreamworks, E!, CNBC, The Weather Channel, a operadora Xfinity e várias outras divisões. Ela já havia no passado expressado a intenção dela própria adquirir as propriedades postas à venda pela Fox, e segundo do The Wall Street Journal (paywall) a empresa ainda não jogou a toalha. De acordo com as fontes ela pretende adquirir uma parte dos assets, em especial os conteúdos de TV e cinema e as ações da Hulu, Star Media e Sky, entre outras coisas.
Correndo totalmente por fora há a Verizon e a Sony, que segundo informes também estariam negociando com a Fox mas não há informações sobre as intenções de compra. Em teoria a operadora norte-americana, dona da AOL e do Yahoo! possui bala na agulha para bater de frente com Disney e Comcast, já a Sony provavelmente estaria interessada em uma ou outra prioridade dadas as limitações de caixa: tirando a divisão PlayStation, a empresa japonesa vive no vermelho.
Só que as conversas com a Disney já estariam adiantadas o bastante para segundo fontes o negócio já ter sido oficializado internamente, com a empresa de Iger desembolsando US$ 60 bilhões pelas propriedades. Um anúncio oficial, se acordo com as fontes seria feito já na próxima semana, e caso a venda seja mesmo realizada é mais do que certo que os reguladores antitruste entrarão em ação, provavelmente forçando a Disney a vender algo de muito valor para oficializar a transição. Vide o caso da AT&T, que estaria sendo forçada pelo Departamento de Justiça dos EUA a vender a Turner ou a DirecTV para ficar com a Time Warner.
De qualquer forma, é crucial entender que tudo dito não passa de rumores, e mesmo que tudo aponte para uma negociação real é importante aguardar uma confirmação oficial das partes envolvidas. Até agora, como de praxe Disney, Fox, Comcast, Sony e Verizon não teceram comentários.
Fonte: Deadline.