Exibindo resultados 1 a 3 de 3

Tópico: Microsoft teria comprado o GitHub por valor ainda não divulgado

  1. #1
    The All Seeing Eye Avatar de S.Templar
    Data de Registro
    Jul/2003
    Localização
    São Paulo - Brasil
    Mensagens
    33.570
    Valeu/SFA
    Recebidos: 16.423/995
    Dados: 5.361/673

    Microsoft teria comprado o GitHub por valor ainda não divulgado

    https://meiobit.com/385349/microsoft...nao-divulgado/
    Microsoft teria comprado o GitHub por valor ainda não divulgado

    Postado por Nick Ellis, 03/06/2018 às 19:25, em Microsoft, Open-Source

    Confirmando os rumores dos últimos dias, a Microsoft teria comprado a GitHub Inc. (de acordo com informações da Bloomberg), e vai passar a ser a dona do site de projetos de programação, para o desgosto de muitos desenvolvedores. O anúncio deve ser confirmado oficialmente pelas duas partes amanhã, e certamente será uma ótima notícia para a Microsoft, a gente só espera que eles mantenham o serviço funcionando de forma independente, sem qualquer complicação ou atritos para o lado dos devs.
    A ser confirmada, esta compra vai sedimentar de vez a aproximação da Microsoft com a comunidade de código livre, algo que seria impensável muitos anos atrás, mas que hoje em dia é cada vez mais comum. Apesar da fama de ser avessa ao Open Source, a verdade é que a Microsoft tem feito muitas contribuições ao próprio GitHub (sua página no GitHub conta com milhares de repositórios), então a negociação não é nem um pouco surpreendente para quem tem acompanhado a trajetória da empresa sob o comando de Satya Nadella.
    O valor ainda não divulgado, mas como a GitHub foi avaliada em US$ 2 bilhões em 2015, eu apostaria em pelo menos o dobro disto. Mesmo com o valor salgado, os motivos para a compra são grandes. O site conta com mais de 27 milhões de desenvolvedores ao redor do mundo, que criaram mais de 80 milhões de códigos. O site fez tanto sucesso entre os desenvolvedores, que acabou matando a plataforma de projetos de programação do rival Google. Eles também têm uma área voltada para empresas, a GitHub Enterprise, que é responsável por metade dos seus lucros anuais vendendo códigos, suporte e hospedagem para empresas, além de outro plano pago que deixam privados os códigos dos clientes.
    Obviamente que muitos desenvolvedores já devem estar preparando o discurso de que se a Microsoft comprar o GitHub, irão pro GitLab ou outro concorrente, mas a verdade é que se a empresa de Redmond não se meter muito, o negócio pode sim ser benéfico para o GitHub (já sei que alguns descontentes podem me xingar nos comentários, mas é a vida). Claro que sempre existe o risco da Microsoft piorar o serviço comprado, como aconteceu com o Skype, mas torço para que não seja o caso. Na compra do Linkedin, por exemplo, a Microsoft parece não ter atrapalhado em nada o site.
    Resta a Microsoft conquistar a confiança dos desenvolvedores desconfiados, os convencendo a não abandonarem o serviço, mostrando que não pretendem fazer mudanças radicais ou muito menos, mudar os termos de uso do site, algo que certamente seria um tremendo tiro no pé.
    Recentemente o serviço comemorou seus primeiros 10 anos de vida, e aposto que na hora que assistiram , seus usuários nem imaginariam que a empresa seria vendida para a Microsoft alguns meses depois. Estou de olho para uma confirmação oficial (por enquanto o fundador do GitHub Chris Wanstrath está quietinho no seu perfil do Twitter), mas assim que rolar qualquer novidade, irei atualizar este post.

    0 Not allowed! Not allowed!
    Intel Core i7 3960X|Asus X79 Rampage IV Extreme|2x EVGA GTX980Ti SC+ ACX2.0+ SLI|G.SKILL Ripjaws Z Series 16GB 2400 4x4GB|Corsair Hydro Series H100i w/ 4x Cougar Vortex CFV12HP Push/Pull|Samsung 840 Pro SSD 256GB + OCZ Vector SSD 256GB + HDD Western Digital 2TB Caviar Black SATA 7200 64MB Cache + HDD Western Digital 2TB Caviar Black SATA 7200 32MB Cache + HDD Western Digital 320GB Caviar Blue + 2x HDD Seagate Barracuda 300Gb|Creative Recon3D Fatal1ty Champion|Samsung S23A550H 23" + S27A550 27"|Corsair AX1200i|Cooler Master HAF-X 942|Plextor PX-LB950SA|Logitech G910 Orion Spark Keyboard|Logitech G502 Proteus Core|Razer Firefly|Nostromo Speedpad n52|Logitech Orbit AF|Scythe Kaze Master Pro|Asus RT-AC68U|Razer Leviathan|Razer Carcharias



    Templar's Machine Reloaded (New)
    Templar's Machine Turbo (Old)
    "Give me chastity and give me constancy, but do not give it yet.".

    "Se roubam de mim, é corrupção. Se roubo dos outros, é jeitinho!" - HUEzileiros

  2. #2
    echo "Hello World!" Avatar de Nom4d3
    Data de Registro
    Jun/2003
    Localização
    SBO - SP
    Mensagens
    7.056
    Valeu/SFA
    Recebidos: 4.583/183
    Dados: 1.625/881
    Chega a ser engraçado... Linus Torvalds, criador do Linux, cria o GIT. Dai vem um terceiro e cria o Github usando o GIT. Puta repositório dahora e tals. Comunidade Linux em peso, incluindo o kernel do Linux é hospedado lá. E agora a MS compra o Github haha... vamos ver se a migração será em massa mesmo ou se vão ficar por ali.

    1 Not allowed! Not allowed!

  3. #3
    The All Seeing Eye Avatar de S.Templar
    Data de Registro
    Jul/2003
    Localização
    São Paulo - Brasil
    Mensagens
    33.570
    Valeu/SFA
    Recebidos: 16.423/995
    Dados: 5.361/673
    https://meiobit.com/385462/microsoft...ithub-e-agora/


    O que a compra do GitHub pela Microsoft significa para a empresa e a comunidade Open Source

    Postado por Ronaldo Gogoni, 05/06/2018 às 11:00, em Microsoft, Software

    A aquisição do GitHub pela Microsoft por US$ 7,5 bilhões pegou muita gente de surpresa. O serviço que hoje hospeda 85 milhões de repositórios e conta com 28 milhões de desenvolvedores ativos é a maior e mais popular plataforma de desenvolvimento colaborativo do mundo, e muita gente ficou preocupada com a compra principalmente pelo medo das coisas desandarem.
    Porém, observando o histórico da Microsoft junto ao Open Source é seguro afirmar que vai acontecer exatamente o inverso.
    De acordo com Satya Nadella, a principal mudança externa diz respeito a uma maior aceitação da plataforma pelas corporações, incentivando sua adoção junto a seus clientes tradicionais. Sendo assim, a Microsoft irá injetar esforço e dinheiro para fazer com que o serviço se torne mais popular principalmente no que diz respeito a suas soluções corporativas, que são pagas e hoje representam mais da metade do lucro anual do GitHub.
    Tal ponto foi inclusive levantado pelo CEO e co-fundador Chris Wanstrath, de que não faz sentido dizer que corporações e código aberto não se misturam; para ele é importante permitir que o desenvolvedor tenha a liberdade de trabalhar código público, privado ou intermediário como desejar, e a visão da empresa é permitir que todos tenham acesso ao GitHub. O que a Microsoft vai prover é tração e capital para isso.
    Ambos CEOs afirmam categoricamente que o modo de operação do GitHub não vai mudar, pelo contrário: o serviço estava muito mal das pernas, acumulando um prejuízo de US$ 66 milhões (paywall) em apenas três trimestres de 2016, em meio a esforços de expansão; a companhia não estava contente com o comando de Wanstrath tampouco, e não só buscava outra pessoa para substituí-lo como o CSO Julio Avalos havia assumido boa parte das operações.
    A única mudança anunciada pela Microsoft diz respeito à cadeia de comando: quando a aquisição for concluída o GitHub integrará a divisão técnica da companhia e dessa forma, ficará sob a supervisão do vice-presidente executivo de Nuvem e IA Scott Guthrie; Chris Wanstrath será movido do cargo de CEO para a equipe técnica, dando lugar ao atual VP corporativo de Serviços de Desenvolvedor Nat Friedman. Ele é conhecido pela comunidade Open Source como o fundador do Xamarin, plataforma pública para a criação de aplicativos móveis que a Microsoft adquiriu em 2016.
    Da esq. para a dir.: Chris Wanstrath, atual CEO e co-fundador do GitHub; Nat Friedman, vice-presidente corporativo de Serviços de Desenvolvedor; Satya Nadella, CEO e Amy Hood, CFO da Microsoft

    Em última análise, manter a maior plataforma de código aberto do mundo é uma tarefa complexa e cara, e o GitHub tinha duas alternativas para conter o sangramento: abrir o capital ou ser comprado. A Microsoft, especificamente Satya Nadella conseguiu convencê-los de que a aquisição por Redmond é a melhor alternativa (muito melhor do que a Oracle comprá-la, com certeza), dado o compromisso de não mexer em nada e injetar fundos para que o serviço se torne ainda mais forte.
    Do lado da Microsoft, que já era a companhia privada que mais colabora com o GitHub a compra é essencial para concentrar seus esforços nas quatro principais frentes que Nadella considera cruciais: Nuvem, IA, Serviços (incluso Windows, Office e Xbox) e mercado corporativo. Desde que Steve Ballmer deixou o comando, sua visão de que o Linux era um câncer e um antro de comunistas foi completamente abandonada em prol de fortalecer a relação entre a Microsoft e os desenvolvedores de código aberto.
    Nadella sabe que empresas não podem ficar de birra, a meta é sempre gerar lucro e o melhor a fazer é reconquistar a confiança dos desenvolvedores Open Source, oferecendo plataformas e ferramentas robustas. A compra do GitHub é uma jogada de longo prazo, o serviço só tem a ganhar e isso pode e irá se converter em mais desenvolvedores criando produtos para Redmond.
    Para isso foi importante abraçar o Open Source liberando o PowerShell, o Skype e o SQL Server, entrar para o Projeto Eclipse e lançar distribuições Linux de grande porte e para dispositivos da Internet das Coisas. O GitHub já hospedava boa parte de seu código, do .NET ao Visual Studio e qualquer um poderia contribuir, corrigir bugs ou mesmo desenvolver outros produtos em cima.
    Do lado do desenvolvedor, só melhoras: o GitHub continuará sendo o livre e a Microsoft não irá se meter em nada relativo ao desenvolvedor independente, que poderá continuar usando qualquer linguagem de programação ou ferramenta de desenvolvimento. Na frente corporativa, no entanto seus canais próprios e parceiros de vendas passarão a vender os serviços pagos do GitHub Enterprise, o que significa um alcance e aceitação muito maior no mercado graças ao selo de qualidade e confiança provido pela Microsoft.
    E aos freetards que fugiram para o GitLab porque huehue Micro$oft não quero meu código na mão de corporações malignas, apenas uma nota: ainda que a plataforma tenha abandonado o Microsoft Azure, ela está hospedada hoje na nuvem do Google, que também não é nenhuma ONG.
    Fontes: Microsoft e GitHub.

    0 Not allowed! Not allowed!
    Intel Core i7 3960X|Asus X79 Rampage IV Extreme|2x EVGA GTX980Ti SC+ ACX2.0+ SLI|G.SKILL Ripjaws Z Series 16GB 2400 4x4GB|Corsair Hydro Series H100i w/ 4x Cougar Vortex CFV12HP Push/Pull|Samsung 840 Pro SSD 256GB + OCZ Vector SSD 256GB + HDD Western Digital 2TB Caviar Black SATA 7200 64MB Cache + HDD Western Digital 2TB Caviar Black SATA 7200 32MB Cache + HDD Western Digital 320GB Caviar Blue + 2x HDD Seagate Barracuda 300Gb|Creative Recon3D Fatal1ty Champion|Samsung S23A550H 23" + S27A550 27"|Corsair AX1200i|Cooler Master HAF-X 942|Plextor PX-LB950SA|Logitech G910 Orion Spark Keyboard|Logitech G502 Proteus Core|Razer Firefly|Nostromo Speedpad n52|Logitech Orbit AF|Scythe Kaze Master Pro|Asus RT-AC68U|Razer Leviathan|Razer Carcharias



    Templar's Machine Reloaded (New)
    Templar's Machine Turbo (Old)
    "Give me chastity and give me constancy, but do not give it yet.".

    "Se roubam de mim, é corrupção. Se roubo dos outros, é jeitinho!" - HUEzileiros

Informação do Tópico

Usuários Navegando pelo Tópico

Existe(m) atualmente 1 usuário(s) navegando pelo tópico. (0 membro(s) e 1 visitante(s))

Regras de Postagem

  • Você não pode postar novos tópicos
  • Você não pode responder mensagens
  • Você não pode postar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  
  • Código BB está Funcionando
  • Smilies estão Funcionando
  • Código [IMG] está Funcionando
  • Código [VIDEO] está Funcionando
  • O código HTML está Funcionando