Carros populares Celta, Classic, Uno e Ka são reprovados em crash-test

Carrocerias frágeis e ausência de airbags comprometem vidas de brasileiros no trânsito



O Latin NCAP, Programa de Avaliação de Carros Novos na América Latina, divulgou nesta quinta-feira (24) os resultados do segundo teste de colisão de oito carros de passeio e confirmou um alto risco de lesões fatais para os motoristas e passageiros.

Os testes de impacto frontal feitos a 64 km/h contra um obstáculo deformável, que simula outro automóvel, comprovam que a segurança dos carros mais vendidos na América Latina é equivalente à dos europeus de 20 anos atrás. Os carros de uma estrela continuam dominando o mercado latino-americano.

Os novos modelos testados na segunda fase foram: Chevrolet Celta, Chevrolet Classic, Fiat Uno Evo, Ford Focus, Ford KA, Nissan March e Nissan Tiida. O Chevrolet Cruze LT também participou do programa e teve boa avaliação, mas o modelo testado era fabricado na Coreia do Sul e não no Brasil (o teste foi realizado no meio do ano, época em que a Chevrolet brasileira ainda não produzia o modelo).

Os testes do Latin NCAP foram realizados em duas fases desde 2010. O programa já testou sete dos dez carros mais vendidos na região. Os modelos escolhidos para teste foram as versões básicas e populares do modelo disponível (sem airbags de série). Isto explica em parte o conjunto de resultados decepcionantes com apenas uma estrela.

Na América Latina, onde não são aplicados os requerimentos das Nações Unidas, os airbags ainda são considerados opcionais em vez de padrão de segurança. Felizmente, na Argentina e no Brasil foram aprovadas leis que estabelecem o uso obrigatório de airbags em todos os veículos novos para 2014.



OBS.: Os videos estão nos dois posts anteriores.